• Notícias
  • Comida
3 Gostar
Guardar

Escolha já o que vai comer no novo restaurante Boa Bao

Escolha já o que vai comer no novo restaurante Boa Bao
Fotografia: Manuel Manso
O restaurante fica no Chiado

Há uma espécie de cantina de Saigão dos anos 20 em pleno Chiado. O Boa Bao é o mais recente restaurante do Largo Rafael Bordalo Pinheiro, paredes meias com o Café Royale e de frente para o La Parisienne. Abriu em Março e propôs-se a recriar alguns dos pratos asiáticos mais tradicionais, seguindo as receitas à risca e usando produtos originais.

“Viemos para Portugal por várias razões, mas uma das mais evidentes é porque os portugueses têm uma grande cultura gastronómica, são curiosos e aventureiros”, conta Gregg Hupert, norte-americano e um dos sócios, juntamente com a mulher Nathalie, holandesa, e Chris Gielen, o chef belga que leva para os seus pratos influências dos países por onde passou. “Temos um orgulho muito grande em mostrar o melhor da cozinha tailandesa, vietnamita, laosiana, cambojana, malaia, coreana, japonesa e chinesa neste espaço”, acrescenta. A carta é variada e está dividida para facilitar a escolha. Damos-lhe um cheirinho para que possa escolher já o que vai comer...

Entradas

Têm dim sums sortidos (8,50€), spring rolls (6,50€) ou chamuças vegetarianas com chutney de menta e coentros (7,50€).

 

Chamuças vegetarianas
Fotografia: Manuel Manso

 

 

Gua baos

Os pãezinhos fofos chineses ou taiwaneses, cozinhados ao vapor, também não podiam faltar. Há-os recheados com pato à Pequim (9€), com barriga de porco (8,50€), com frango marinado em tamarindo (8,50€) e ainda uma opção vegetariana com cogumelos e tofu (8€).

Sopas

São um clássico da cozinha asiática. Atire-se às thai com noodles de arroz, frango e camarão (12€), às de Sichuan com noodles de ovo e pato (14,50€), ou às cantonesas com wontons de ovo e carne de porco (14€).

Saladas

Há cinco à disposição. Das de frango picado com ervas thai (12,50€), às de frutas tropicais com marisco (14,50€), passando pelas de cogumelos com polvo grelhado (14,50€). Um fartote para quem quer manter a linha e não desgraçar a "Missão Verão 2017”.

Caris

Depois, seguem-se os caris, como o guisado de coco com frango e erva-príncipe (15€), ou este amarelo da Malásia com frango (15€).

 

Caril amarelo da Malásia
Fotografia: Manuel Manso

 

 

Wok

Ainda antes de chegar às sobremesas há uma secção onde a comida é toda preparada no wok, e onde é feito este japchae coreano, um prato bem servido de noodles de batata doce com carne de vaca (14€). Preparam-se ainda amêijoas salteadas em molho de malagueta (17€), pratos de robalo ao vapor com lima (17€) e arroz frito com frango e ovo (16€).

 

Japchae coreano
Fotografia: Manuel Manso

 

 

Doces

Para terminar, seja arrojado e peça os mochi, os bolinhos de arroz japoneses, recheados com pasta de sésamo, chocolate, limão ou chá matcha (6,50€). Se for demasiado para si, faça uma aposta mais segura e peça a mousse de chocolate e gengibre (4,50€) ou creme brûlée de coco, manjericão e erva-príncipe (6€).

 

Bolinhos mochi
Fotografia: Manuel Manso

 

 

Largo Rafael Bordalo Pinheiro, 30 (Chiado). 91 902 3030. Seg-Qui 12.00-00.00. Sex-Dom 12.00-02.00.

Publicidade
Publicidade

Comentários

1 comments
Tatiana C tastemaker

BOA-BAO - It’s the real deal…


Chegando ao largo Rafael Bordalo Pinheiro, em pleno Chiado basta seguir as suas andorinhas para encontrar o caminho para o Sudeste Asiático. Boa-Bao (boa em português e Bao em Taiwanês - que significa várias coisas, entre elas um bolinho feito ao vapor, ou uma jóia) é um espaço redesenhado com traços simples mas muito detalhe, iluminação acolhedora e um ambiente mais que cool: é a nova jóia de Lisboa. Gregg e Nathalie Hupert são um casal viajado, com uma energia cativante, descontraídos e muito criativos com uma visão clara do projecto que queriam trazer a Portugal. Vieram para Lisboa com a vontade de proporcionar uma autêntica experiência asiática aos portugueses, sem pretensiosismos e sem fusões de estilos. Fiel aos sabores tradicionais  da Tailândia, Camboja, Vietnam, Malasia e Laos (entre outros), Boa-Bao traz da Ásia os sabores mais exóticos em pratos originais porque acredita que a tradição na comida vale ouro. Aqui sim, pode-se viver uma verdadeira experiência culinária asiática, desde as tradicionais chamuças vegetarianas às sopas com noodles e wontons  - sugiro a Tom Yam Kum de camarão deliciosamente picante - aos pratos confeccionados em Wok. Se há algo que sobressai em cada receita? O perfeito equilíbrio entre os diversos ingredientes desvendados em cada garfada (ou devo dizer stickada?!). O resultado são camadas de sabores delicados criadas com uma atenção plena nas mãos dos chefs capazes de despertar o paladar mais exigente. Não há um prato que não recomende. Não há forma de enganar na escolha. Cada prato é uma experiência que vale a pena descobrir. Aquela sensação que tudo nos surpreende pela positiva afinal existe! Ah! E os Cocktails e Mocktails? Criativos, deliciosos, de pedir por mais... Tudo isto num só espaço? Welcome to Portugal e obrigada Boa-Bao :-)

E há mais. Ouvi falar da mousse de chocolate com gengibre mas... Teimei, pois sou fã de creme brûlée e a versão Boa-Bao com manjericão tailandês, coco e lemongrass saltou-me à vista. Não desiludiu. Aliás, se há pecado em tirar tanto prazer de uma sobremesa, sou pecadora absoluta. A verdade é que podia ter feito um revival da cena da Meg Ryan em “When Harry met Sally..” Controlei-me, porque sim, é assim tão bom! Se a mousse de chocolate corresponder aos muitos elogios (para a semana experimento sem falta) acho que o melhor é aproveitar o serviço de take away e fazer o filme em casa!

 Preço medio por pessoa ronda os 20 / 30 euros (depende muito do que comes e bebes). Nada exagerado pela qualidade de... TUDO. Especialmente para uma experiência autêntica asiática num ambiente trendy, e na companhia de uma equipa sempre bem-disposta que presta um serviço excepcional mesmo com o volume de trabalho que tem... Porque apesar de só ter aberto as portas há um mês, é “o” restaurante que todos querem conhecer! Aberto 7 dias por semana, almoço e jantar.