A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Lisbon Bar Show: fique atento a estes três barmen

Por Miguel Branco
Publicidade

Já arrancou a quarta edição do Lisbon Bar Show, que hoje e amanhã faz correr bebida no Convento do Beato. Damos-lhe 3 barmen para não perder de vista

Já lá vão quatro anos. O Lisbon Bar Show cimenta cada vez mais o seu lugar no mundo dos grandes eventos de cocktails a nível mundial, com um programa onde constam alguns dos melhores artistas de bar, cujas iguarias bebíveis vai querer provar. 

O tema central deste ano são os produtos italianos, com especial foco nos vermutesbitters. Já hoje, pode ver e provar as misturas do barman italiano Luca Cinalli, que há alguns anos vive em Londres e trabalha no Oriole Bar. “Além de estar na lista dos 50 melhores bares do mundo, o Oriole Bar é um daqueles sítios em que não sabemos bem se devemos pedir alguma coisa para beber ou ficar a contemplar o número de bebidas que ali existem”, explica Alberto Pires, presidente do Lisbon Bar Show. Cinalli, que vem ao festival apresentar uma masterclass sobre produtos pouco convencionais, de flores a chocolates, é tão concorrido que vem a Lisboa e nem sequer passa a noite. 

Também hoje dá-se uma apresentação que junta Bacardi e Martini sobre o aperitivo italiano, um hábito transalpino que mais não é do que uma bebida ao final do dia, sempre acompanhada com uma tapa. Ao serviço das duas marcas vai estar o barman grego Manolis Lykiardopoulos (na fotografia) para provar que há muito a ganhar com estes copos de fim de tarde. 

Amanhã, conte ainda com o italiano Toni Conigliaro, o maior especialista do mundo em mixologia molecular. Perito em técnicas científicas capazes de deixar o maior céptico boquiaberto, Conigliaro vem mostrar que não é só a gastronomia que se apropria das moléculas para fazer brilharetes.

Vá a todas. Beba tudo. Não leve o carro. 

Últimas notícias

    Publicidade