A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

"Lojas com História" têm finalmente seguro de vida

Por
Sara Pinto
Publicidade

Os responsáveis por 63 espaços comerciais, distinguidos pela Câmara Municipal de Lisboa com o rótulo “Lojas com História”, ficaram ontem a conhecer que medidas de protecção e incentivos estão contemplados neste programa da autarquia. A implementação desta iniciativa de apoio ao comércio tradicional da cidade inclui um fundo municipal que prevê uma verba de 250 mil euros já para 2017 e que funcionará como linha de ajuda financeira à preservação, modernização e promoção destes lugares.

Desta lista fazem parte espaços como A Ginjinha Sem Rival, Aníbal Gravador, Brasileira, Casa Macário, Confeitaria Nacional, Farmácia Barreto, Ferragens Guedes, Florista Pequeno Jardim, Hospital das Bonecas, Leitão e Irmão, Londres Salão, Luvaria Ulisses e Manteigaria Silva. Acrescem a Ourivesaria Sarmento, os Pastéis de Belém, as pastelarias Mexicana e Versailles, a Pérola do Rossio, a Retrosaria Bijou e a Tabacaria Mónaco, entre outras.

As 63 lojas seleccionadas poderão desde já candidatar-se a estes benefícios. Outras 20 serão em breve incluídas no grupo e, no futuro, qualquer estabelecimento comercial poderá candidatar-se ao programa e ser seleccionado – desde que cumpra os critérios definidos.

Em conjunto com uma equipa da Faculdade de Belas Artes de Lisboa, a Câmara Municipal apresentou ainda outras iniciativas de apoio a estas lojas, como por exemplo, a criação de um site, a elaboração de um vídeo sobre o projecto e outros individuais sobre cada um dos espaços, uma exposição (com abertura prevista para Abril), uma publicação/guia, acções de divulgação na imprensa e a criação do design das insígnias distintivas a atribuir aos lugares classificados.

Últimas notícias

    Publicidade