A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Óscares: 'La La Land', que sorte será a tua?

Por Miguel Branco
Publicidade

O que significam os sete Globos de Ouro ganhos pelo filme de Damien Chazelle no que aos Óscares diz respeito? As nomeações são conhecidas dia 24 de Janeiro. Aqui ficam dois exemplos de filmes com a bagagem repleta de prémios

La La La La La La La Land. Pode trautear à vontade, mas isto não é uma cantiga. É antes o número de Globos de Ouros que La La Land arrecadou em 2017, batendo, por isso, o recorde de estatuetas. A menos de uma semana de serem conhecidas as nomeações para a 89ª edição dos Óscares (que acontece a 26 de Fevereiro no Dolby Theater, em Los Angeles) o musical de Damien Chazelle é o grande favorito. As linhas que se seguem não são futurologia – isso deixamos para as casas de apostas –, pelo contrário, são um recuo a outras produções com a mala cheia de distinções.  Aquilo que La La Land atingiu é, além de inédito, ingresso automático para o mesmo palanque de duas fitas históricas: Voando Sobre Um Ninho de Cucos (1975) e O Expresso da Meia-Noite (1978). E isso, só por si, já é coisa de belo efeito. Afastemos, então, o pé desta mobília. 

Voando Sobre um Ninho de Cucos, realizado pelo checo Milos Forman, venceu seis Globos de Ouro em 1976. A história de um bandido insano (Jack Nicholson interpreta Randle McMurphy) que é levado para um manicómio e se torna líder dos outros loucos é um dos grandes filmes da história do cinema. Talvez por isso não tenha sido grande surpresa o passeio triunfante que viria a cumprir nos Óscares desse ano. De sapatos mal apertados lá foram cinco Óscares para a vitrina, em nove nomeações. É obra. 

A história dos prémios de O Expresso da Meia-Noite é ligeiramente mais triste, ou, pelo menos, com sucesso mais curto. Em 1979, o filme dirigido por Alan Parker vence seis Globos de Ouros em oito possíveis, igualando o amigo aqui de cima. Até aqui tudo bem. Só que na hora das indicações para os Óscares, como que se adivinhou que a festa não era até de manhã. Em seis nomeações, O Expresso da Meia-Noite obtém apenas duas estatuetas, e logo com duas categorias técnicas, considerados prémios menores, ou, pelo menos, com um prestígio inferior às principais condecorações. 

Dito isto: La La Land, que sorte será a tua? Os protagonistas Emma Stone e Ryan Gosling parecem a ter o mundo a seus pés. Vejamos se o mundo lhes tira o tapete. As nomeações para os Óscares são conhecidas dia 24 de Janeiro às 13.18, hora nacional. 

Últimas notícias

    Publicidade