A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Ricardo Araújo Pereira+Bruno Nogueira. Dois comissários sempre a somar no humor

Por Maria Ramos Silva
Publicidade

Coube a Bruno Nogueira encetar ontem a apresentação de Tragédia+Tempo. Ricardo Araújo Pereira, a outra metade à frente deste programa de e sobre humor estava retido no trânsito, depois de uma passagem pelos Jerónimos, porque às vezes a vida não tem assim tanta piada. Uma hora depois, no Jardim de Inverno do São Luiz, Ana Bola e Nuno Markl entrevistaram os comissários desta montra de conferências, teatro, cinema e stand-up para ver até Julho neste teatro lisboeta. 

"Esta era uma maneira de sermos tratados por comissários", atalha Bruno, ou de pensar o humor em diferentes áreas; zonas onde esse mesmo humor "não é tão óbvio". E se na política não faltam situações cómicas involuntárias, a religião "é uma velha batalha que desperta muitos ódios". Se falhou a sessão de ontem, saiba que há mais pisos a percorrer ao longo dos próximos tempos, casos da música e do teatro de revista. Conte também com noites de stand-up a cargo do próprio Bruno Nogueira, e ainda com poesia satírica e textos encenados. 

O cenário é o São Luiz, uma referência especial para dois amigos que nunca tinham trabalhado juntos neste registo. Foi aqui que Bruno Nogueira se estreou, em 2002, e foi também aqui, como explica a directora artística, Aida Tavares, que RAP acedeu a pisar o palco. "Infelizmente seremos nós a moderar os debates", diz Bruno Nogueira. Os encontros apelam a uma equação com diferentes leituras. "Rimo-nos sempre à custa do outro; das pequenas imperfeições", lembra o humorista sobre a tragédia e o tempo, para não falar do poderoso efeito de distanciamento. "Uma coisa que hoje é trágica pode ser hilariante daqui a dez anos. E qualquer piada com o tempo errado é trágica. O humor não tem meio termo."

Ainda há vários nomes de presenças a confirmar no calendário, e uma data em aberto – "estamos a querer trazer pessoas com uma agenda complicada", ou personalidades de peso, entenda-se – mas a discussão no território da música parece resolvida. Os fadistas Camané e Ricardo Ribeiro trarão o assunto para a mesa, a partir de uma série de letras com propósito cómico. Entretanto, siga a agenda dos próximos meses.

Conferências 

O Humor na Política
data a definir, Sala Luís Miguel Cintra

O Humor na Religião
6 Fev, 19.00, Jardim de Inverno

O Humor na Música
14 Mar, 19.00, Jardim de Inverno

O Humor na Revista à Portuguesa
2 Mai, 19.00, Jardim de Inverno

Encerramento
8 Jul, 21.00, Sala Luís Miguel Cintra


Stand-up
Por Bruno Nogueira
Datas e salas a anunciar

Noites de Stand-Up
8 e 9 Mai, 19.00, Jardim de Inverno


Leituras
Poesia Satírica
31 Mar, 21.00, Jardim de Inverno

Textos encenados
14, 15 Jun, 21.00, Jardim de Inverno


Cinema
Escolhas de Nuno Markl
1, 2 Abr, horário a definir, Sala Mário Viegas

 

Últimas notícias

    Publicidade