Ainda faltam oito obras públicas até às autárquicas

O aproximar da ida dos cidadãos às urnas costuma ser festejado a gruas e picaretas que, nos meses que antecedem as eleições, prometem dar um novo élan às artérias das urbes portuguesas.
Projecto alameda das linhas de torres/rua do lumiar
©CML Projecto da Alameda das Linhas de Torres
Por Renata Lima Lobo |
Publicidade

Em Abril fizemos o ponto da situação. Eram 16 as obras públicas cuja conclusão estava planeada até ao dia 1 de Outubro, o domingo escolhido para as próximas eleições autárquicas. Com Setembro a espreitar começa a ser complicado fazer de conta que ainda é cedo e começa também uma nova corrida contra o tempo, com ainda (ou apenas, depende como preferir ver o copo) oito obras por concluir. 

As oito obras públicas que faltam até às autárquicas

Projecto alameda ricardo espirito santo
©CML

Alameda Ricardo Espírito Santo

É verdade que a alameda vizinha do Centro Comercial Fonte Nova está recheada de espaços verdes, mas são poucos os que sentem o ímpeto de estender uma toalha no relvado e privar com tipuanas... e carros por todo o lado. Para as duas coisas parece haver uma solução. Por um lado, será criada uma grande praça que une os troços da Estrada de Benfica interrompidos pelo viaduto da 2ª Circular, onde além de quiosques, esplanadas, relvados e equipamentos infantis, será erguida uma fonte com repuxos de água. Por outro, estão prometidas novas bolsas de estacionamento junto à Rua Professor José Sebastião e Silva.

Início da obra: Março de 2017
Conclusão prevista: 3º trimestre de 2017

projecto largo da memoria
©CML

Largo da Memória (Ajuda)

Aqui vive mais um monumento nacional a precisar de uma nova paisagem circundante. A Igreja da Memória, onde se encontra o túmulo do Marquês de Pombal, não vai ser requalificada, mas será valorizada com a reabilitação do espaço público que a envolve. O estacionamento será reordenado, mas o número de lugares para o carro será o mesmo, num projecto assinado pelo arquitecto Gonçalo Byrne.

Início da obra: Novembro de 2016
Conclusão prevista: Inicialmente prevista para o 2º trimestre de 2017, a CML apontou recentemente o mês de Agosto como o mês limite de conclusão da obra.

Publicidade
projecto largo de alcantara
©CML

Largo de Alcântara

Aqui não se aplica a máxima nem tanto ao mar, nem tanto à terra. É mesmo mais a Alcântara-Terra. No entanto, a área de intervenção a sul desta estação de comboios prevê, além do aumento das zonas de lazer, melhorar as ligações pedonais entre as duas estações, criando um corredor verde amigo das bicicletas ao longo da Rua João de Oliveira Miguéns.

Início da obra: Janeiro de 2017
Conclusão prevista: Passou-se o 1º semestre de 2017 e não houve inauguração. O prazo de conclusão está actualmente previsto para o mês de Setembro.

Projecto alameda das linhas de torres/rua do lumiar
©CML

Alameda das Linhas de Torres/ Rua do Lumiar

O topo norte da Alameda da Linha das Torres vai ficar de cara lavada. O projecto prevê o aumento dos passeios e a instalação dos chamados "pavimentos confortáveis", numa zona que terá mais banquinhos à disposição para quem quer descansar ou ver quem passa, abençoados com árvores e rodeados de arbustos e canteiros. Já na nova Praça Verde, a ser construída sob a sombra do viaduto do Eixo Norte/Sul, será criado um jardim com áreas de exercício ao ar livre, parque infantil, quiosque e estacionamento para 30 carros.

Início da obra: Janeiro de 2017
Conclusão prevista: 3º trimestre de 2017

Publicidade
projecto novo terminal de cruzeiros
©CML

Novo Terminal de Cruzeiros

O fim foi anunciado para Maio, mas as obras continuam no futuro Terminal de Cruzeiros de Santa Apolónia. Se acha que já não cabe nem mais um turista na cidade, prepare-se: o terminal terá capacidade para acolher 1,8 milhões de passageiros, terá um cais com 1425 metros de comprimento, um terraço com vista 360º, três andares para estacionamento automóvel e muitas, muitas árvores. Será que chega para Lisboa receber em 2018 a Seatrade Cruise Med, uma das maiores feiras de cruzeiros do mundo?

Início da obra: Outubro de 2015
Conclusão prevista: Depois de Maio de 2017 ser apontado como o mês da inauguração, o partir da garrafa de champagne foi adiado para este querido mês de Agosto.

projecto percurso mouraria
©CML

Percurso da Mouraria

Escadas rolantes por todo o lado é o sonho dos mais preguiçosos. Depois das que ligam o Metro da Baixa ao largo do Chiado e das da Rua Garrett ao Largo do Carmo, surge um projecto mais ambicioso, que quer ligar o Martim Moniz ao Castelo. São três troços de escadas rolantes, dois deles a acompanhar as Escadinhas da Saúde.

Início da obra: Agosto 2017
Conclusão prevista: Novembro 2017

Publicidade
projecto percurso se
©CML

Percurso da Sé

Ficará mesmo por baixo das Escadinhas do Mar, que actualmente não levam ninguém a lado nenhum: desembocam num beco fechado e arruínam qualquer expectativa de cortar caminho até à Sé. A entrada irá fazer-se directamente para um túnel de ligação, apenas iluminado pelo patamar de chegada ao cimo das escadas. O projecto define este elevador como uma "operação cirúrgica".

Início da obra: Julho 2016
Conclusão prevista: 3º trimestre de 2017

projecto campo das cebolas
©CML

Campo das Cebolas

Já muito boa gente viu de perto as centenas de achados arqueológicos da obra do Campo das Cebolas graças às visitas guiadas promovidas pela EMEL ou às reportagens semanais no site da empresa municipal. E pelo menos um dos achados alterou parte do projecto inicial. Falamos de uma escadaria do antigo Cais da Ribeira Velha que passará a funcionar como acesso pedonal ao parque de estacionamento previsto, com 206 lugares. Uma função que poderá acumular com a de anfiteatro para eventos ao ar livre. Além do parque da EMEL, está a ser criado um dos futuros cartões de apresentação de Lisboa, para quem chega de barco (ver Terminal de Cruzeiros): uma praça recheada de árvores com, por exemplo, um parque infantil e um espaço de estadia em frente à Casa dos Bicos, enquadrando não só o edifício da fundação, mas também o memorial a José Saramago.

Início da obra: Fevereiro de 2016
Conclusão prevista: Inicialmente seria durante o 2º trimestre de 2017. Agora a conclusão será durante este Verão, o que adia a data limite para 22 de Setembro.

Já que falamos em obras...

gare do oriente
©Martín Gómez Tagle/Wikicommons
Coisas para fazer

As melhores obras de design e arquitectura de Lisboa

Os feitos arquitectónicos lisboetas estão longe de ter acabado na empreitada pombalina. Milhares de toneladas de betão, ferro e vidro depois, os últimos 60 anos foram ricos em grandes obras de arquitectura e de design, ao estilo de cada época. Em dez sugestões, visitar os grandes ex-líbris da modernidade e da contemporaneidade lisboetas está ao alcance de qualquer um. Recomendado: Lisboa é a melhor cidade do mundo para a Wallpaper

Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com