Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Kaya

Kaya

Coisas para fazer São Sebastião
Kaya
1/3
Inês Félix
kaya
2/3
Inês Félix
Kaya café
3/3
©Inês Félix

A Time Out diz

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme se os espaços continuam abertos.

Três brasileiros entram num bar... perdão, num espaço fechado há mais de 20 anos, junto ao Parque Eduardo VII. O que fazem? Abrem a Kaya, um café e cabeleireiro que aposta em produtos orgânicos e sustentáveis, do champô à semente moída e torrada do cafeeiro. Rafael Silva andava nas lides dos cabeleireiros há muito. Willian Bertuola e Gilbert Marconi fizeram um curso intensivo de barista no Brasil e, já em Lisboa, trabalharam no Café de Finca e no Comoba, respectivamente. O espaço é minimalista e tem muita luz natural, um verdadeiro contraste com a selva urbana de plantas que decora a Kaya. Da cozinha, onde está Gilbert, saem refeições rápidas, orgânicas e maioritariamente vegetarianas – abastecem-se junto de produtores locais – e vão para a mesa tostas compostas, brownies de feijão, bolos caseiros ou taças de açaí. Não falham as panquecas, doces ou salgadas. A comida empurra-se ora com o café de especialidade (v60, aeropress, filtrado ou chemex), com sumos naturais, limonada ou kombucha artesanal, e para quem preferir há vinho biológico do projecto Aparte. O café coabita com as tesouradas de Rafael Silva. No seu cantinho não entram marcas convencionais, só orgânicas (Oway e Davines) e fazem-se todo o tipo de obras-primas capilares. Cortes, hidratações, reconstrução, coloração e descoloração. O espaço funciona com os mesmos horários do café, o que é uma vantagem porque ao domingo não fazem gazeta. 

Publicado:

Detalhes

Endereço Rua Marquês de Fronteira, 115A.
Lisboa
1070-242
Horário Ter-Sáb 09.00-19.00, Dom 10.00-14.00.
É o proprietário deste estabelecimento?
Também poderá gostar
    Últimas notícias