A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Proibido por Inconveniente

  • Coisas para fazer, Exposições
censurados
José Frade/EGEAC
Publicidade

A Time Out diz

O país que não podia vir a público, o discurso que desafiava a autoridade e os bons costumes. Os livros, filmes, discos, jornais, anúncios publicitários que ousavam contrariar o discurso do Estado Novo. Está tudo presente em "Proibido por inconveniente. Materiais das Censuras no Arquivo Ephemera", a exposição que inaugura quinta-feira, 7, no primeiro piso do antigo edifício do Diário de Notícias, no Marquês de Pombal. "A maioria são inéditos", diz Pacheco Pereira, à Time Out. A exposição integrada no programa "Abril em Lisboa", da EGEAC, pretende revelar os vários lados da censura, com seis tabuleiros e 88 gavetas com materiais diversos que não alinhavam com os padrões do regime. A mostra, comissariada por Júlia Leitão de Barros e Carlos Nuno, inclui objectos que foram alvo do crivo da PIDE entre 1926 e 1974 e provêm do Arquivo Ephemera – biblioteca e arquivo de José Pacheco Pereira.

Detalhes

Endereço
Preço
Entrada livre
Publicidade
Também poderá gostar