0 Gostar
Guardar

Quer aprender crochet? A avó ensina

O dia de quinta-feira fica por conta delas. A Avó Veio Trabalhar aproveita o lançamento da nova colecção, n’O Apartamento, para dar dois workshops a todos os que quiserem aprender crochet. No final, vão para a cozinha e preparam o lanche

A avó veio trabalhar (Fotografia: Ana Luzia)
1/8
Fotografia: Ana Luzia

A uma semana da apresentação, a avó Isabel termina uma das almofadas

A avó veio trabalhar (Fotografia: Ana Luzia)
2/8
Fotografia: Ana Luzia

No Poço dos Negros, a avó Lucinda aproveita para adiantar trabalho

A avó veio trabalhar (Fotografia: Ana Luzia)
3/8
Fotografia: Ana Luzia

As avós Lucinda e Milá, de volta dos próximos lançamentos d'A Avó Veio Trabalhar

A avó veio trabalhar (©Helena Poncini)
4/8
©Helena Poncini

Em Abril, as avós foram aos Maus Hábitos, no Porto, dar um workshop de bordado

A avó veio trabalhar (©DR)
5/8
©DR

Em Setembro, A Avó Veio Trabalhar festejou o 90º aniversário da avó Rosário, a mais velha do clã

A avó veio trabalhar (©Ricardo Lopes)
6/8
©Ricardo Lopes

Vestidas a rigor, algumas avós desfilaram na Marcha do Orgulho LGBT

A avó veio trabalhar (©Pedro Rodrigues)
7/8
©Pedro Rodrigues

As avós armaram-se em festivaleiras e foram curtir para o Bons Sons

A avó veio trabalhar (©Pedro Sadio)
8/8
©Pedro Sadio

Em Junho, foram até à Quinta das Conchas para dar um workshop de flores de papel

Elas não param um segundo e, se bem se lembra, tanta genica já lhes valeu um Prémio Time Out. Na quinta-feira, dia 27 de Outubro, A Avó Veio Trabalhar ocupa O Apartamento com o lançamento da Collection Five. São 100 almofadas prontinhas a sair, com tecidos dos mais folclóricos e o rebordo em crochet da praxe que não deixa dúvidas – as mãos das avós passaram por aqui e isso é um valor mais do que acrescentado.

Mas voltar para casa com uma sacada de almofadas é só uma parte do programa de festas. N’O Apartamento vão estar cerca de 25 avós, de agulha em punho para dois workshops de crochet. Cada um terá a duração de uma hora e meia e a inscrição custa 5€. E para que todos os netos se sintam verdadeiramente na casa da avó, todas vão trazer objectos pessoais para decorar o espaço a rigor. Às 12.00, a avó Alice vai para a cozinha preparar uns salgadinhos. O lanche fica por conta da avó Fernanda, com uma receita de scones à lisboeta.

O projecto arrancou há coisa de dois anos, em pleno Cais do Sodré, e ainda não parou de crescer. Hoje, são quase 70 avós, todas com muita mão para o corte e costura. Entretanto, A Avó Veio Trabalhar assentou arraiais no número 124 da Rua do Poço dos Negros, onde tem a loja, mas também está em Campo de Ourique, onde a segunda oficina trabalha a todo o vapor. No Verão, a loja esteve tremida. O apoio do programa BIP/ZIP chegou ao fim, as avós apelaram à boa vontade dos netos, mas foi a Gulbenkian quem se chegou à frente e acabou por garantir 20 meses de renda (10 000€).

Ângelo Campota e Susana António são as mentes criativas por detrás do projecto, mas também os responsáveis por tanto rebuliço. Este ano, A Avó Veio Trabalhar já esteve no Porto, para um workshop de bordado nos Maus Hábitos, lançou uma colecção com alunos de Design de Moda da Faculdade de Arquitectura de Lisboa, foi ao festival Bons Sons, percorreu o Príncipe Real na Marcha do Orgulho, esteve no Queer Lisboa, na ModaLisboa e prepara-se agora para a primeira internacionalização. Em Novembro, um grupo de avós voa até Madrid para receber o prémio da Bienal Iberoamericana de Diseño, na categoria de Design de Moda.

E as novas colecções já estão prontas para o Natal. É que as avós são como as formigas: passaram o Verão a trabalhar e, agora, os próximos meses vão ser cheios de novidades, bonecada para os mais pequenos incluída. Quinta-feira é dia de vê-las em acção. Se já domina a arte do crochet, ao menos faça uma visita, só para dar uma beijoca à avó.

Avenida Duque de Loulé, 1, 5º direito. Qui 10.00-20.00. Inscrições: info@oapartamento.com (5€). Entrada livre.

Comentários

0 comments