A Vida Portuguesa

Compras, Decoração Intendente
4 /5 estrelas
(9comentários)
A Vida Portuguesa
© Ana Luzia

Já toda a gente sabe desta história: Catarina Portas fez o milagre de ressuscitar marcas nacionais mortas há uma data de tempo. As lojas são o sonho de qualquer turista que não se contenta com um íman de frigorífico como recordação, mas também um lugar obrigatório para alfacinhas com saudades dos sabonetes Confiança e das conservas Minerva. No Intendente, a variedade é mais do que muito e vai dos brinquedos da era pré-electrónica aos estacionário que parou no tempo. Pelo caminho, há faianças, mantas, moda e iguarias diversas, tudo 100 por cento português e com ares de outras épocas. Parace-lhe incrível? Não é à toa que esta loja recebeu um Prémio Time Out em 2013.

Publicado:

Nome do local A Vida Portuguesa
Contato
Endereço Largo do Intendente Pina Manique, 23
Lisboa
1100-285
Horário Seg-Dom 10.30-19.30
Transporte Metro Intendente
É o proprietário deste estabelecimento?
Static map showing venue location

Average User Rating

4.2 / 5

Rating Breakdown

  • 5 star:2
  • 4 star:7
  • 3 star:0
  • 2 star:0
  • 1 star:0
LiveReviews|9
2 people listening
tastemaker

Continua a ser um dos meus lugares de eleição para compras de natal. Quem não aprecia guardar memórias do passado? A Loja Portuguesa merece também a visita quando estamos de passeio pela Baixa. Vale a pena entrar e vasculhar e sentir o ambiente. 

tastemaker

Esta loja, que é mais do que uma loja, é uma porta de acesso a um mundo que há muito foi "esquecido" e  aquece-nos a alma com a quantidade de memórias que estão encaixadas em cada prateleira. Seja pelas relíquias dos nossos avós que há muito partiram mas que deixaram muitas histórias contadas de coisas que gostava de usar, ou que tinham, na altura deles, ou pelo espaço em si, que nos convida a descobrir cada recanto devagar, sem pressa porque tudo tem algo para nos encantar. As imensas Andorinhas do Bardalo Pinheiro que decoram o tecto de entrada é apenas o início de uma viagem ao passado, que mistura delícias do presente e que nos deixa nostálgico por uns momentos.

É um bom sitio para descobrir, visitar e comprar presentes para toda a família. Os preços são de modo geral um pouco elevados, mas... encontra-se sempre algo independentemente do budget!

Há um pouco de tudo... (e os preços variam também...) desde de sabonetes de variadíssimas marcas, cadernos, porcelanas, livros, conservas, vinhos, artigos para a cozinha, cestos, loiça, grow in a bag ervas biológicas (ok, isto não é do passado mas é óptimo haver estas misturas!), chocolates, enfim...Muita coisa exposta com gosto, com história, com alma. Em pleno Intendente, que cada vez mais está ao rubro com espaços maravilhosos por descobrir, A Vida Portuguesa mostra como o antigamente não é coisa do passado.

tastemaker

A loja é uma verdadeira relíquia. Não só pela excelente decoração e arrumação como pelos produtos típicos portugueses de muita qualidade ou de referência dos tempos de meninice dos nossos pais e avós.


Uma loja super gira e com um grande conceito por trás: manter vivos os produtos e as marcas de antigamente. Uma loja em que os nossos pais, só de entrar, lhes vêm imensas memórias à cabeça.


Abriu a Caixa de Pandora do antigo comércio nacional e já vai em quatro lojas. A loja do Intendente é a mais bonita (fica na antiga Fábrica da Viúva Lamego) e também a maior, o que se traduz em alguns artigos XXXL. Mas se quiser mesmo usar uma Pasta Medicinal Couto, vá a uma drogaria perto de si.


A ideia de fazer uma loja com os melhores souvenirs e produtos de Lisboa antiga é óptima - sobretudo para dar presentes a pais, tios e avós -, mas acho que às vezes abusam nos preços. Muito do que se encontra ali à venda, há noutros sítios de Lisboa, como as tigelas e pratos de plástico coloridas que vi iguais na Pollux. Mas de qualquer forma a loja é tipo íman: sempre que passo à porta tenho vontade de entrar. 


Meio comércio, meio museu vivo da memória, uma viagem ao passado e à nossa infância numa das lojas mais bonitas de Lisboa.


El Nuno


Só me chateia terem à venda latas de atum e outros produtos banais que por estarem embalados com um papel mais estilizado custam três vezes mais do que no supermercado. De resto, tem de facto coisas específicas que Catarina Portas resgata desse Portugal profundo e antigo. Criou tendência.


Loja muito bonita que é a prova viva de como a nostalgia é uma espécie de calda açucarada que torna tudo melhor. Eu, por exemplo, não tenho saudades nenhumas da Farinha Alimentícia Predilecta mas comovo-me de cada vez que vejo uma embalagem. Cheguei uma vez a comprar uma, não para me recordar do sabor mas para avivar a memória daquelas manhãs de Inverno em que dona Lurdes tentava enfiar papa goela abaixo ao meu irmão Franquelim. Bons tempos.