HIP. A Pussy Point of View

Dança
HIP. A Pussy Point of View
Fotografia: João Peixoto

A Time Out diz

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme se os eventos continuam agendados.

Incluído na programação do Festival Cumplicidades, este solo é um quase manifesto. Não existe narrativa, só um corpo de referências, como um sonho desorganizado numa noite sem descanso. Tudo sem geografia definida, a não ser a do corpo. O feminino e masculino de ser mulher num espaço social e político de poder e vulnerabilidade, na reivindicação de liberdade, diversão, prazer e dor.

Detalhes

Também poderá gostar
    Últimas notícias