#PUNK

Dança
#PUNK
Ian Douglas

A Time Out diz

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme se os eventos continuam agendados.

Primeiro estudou direito na University of Zimbabwe’s School of Law. Depois deixou-se de legislação e foi estudar dança, coreografia e performance para São Francisco. Natural do Zimbábue, Nora Chipaumire tem explorado o corpo negro performático e todo o tipo de estereótipos africanos. É, inegavelmente, uma das artistas africanas com maior importância no campo dos artes cénicas e a partir de Nova Iorque – onde há uns anos vive – tem disseminado pelo globo a sua estética distinta e violenta, com digressões mundiais de revelo, como esta que a traz ao TBA – Teatro do Bairro Alto. 

No Príncipe Real vai mostrar #PUNK (sexta) e 100% POP (sábado), duas partes de uma performance que estreou em Nova Iorque, na sala The Kitchen, em 2018. Na primeira destas apropria-se do conceito que dá nome ao espectáculo e através de um corpo cheio de revolta leva-nos a Patti Smith. Na segunda atira-se para um monólogo onde homenageia Grace Jones, essa lenda negra que tanto marcou o seu crescimento, o seu desejo de liberdade num contexto pouco livre. Imperdível. 



Detalhes

Também poderá gostar
    Últimas notícias