A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Cinema Fernando Lopes

  • Filmes
  • Campo Grande/Entrecampos/Alvalade
Sala de cinema fernando lopes
Fotografia: Mariana Valle Lima
Publicidade

A Time Out diz

A sala de cinema Fernando Lopes, no interior do campus da Universidade Lusófona, no Campo Grande, passou a ter uma programação regular. A dita programação está a cargo da Cinetoscópio, uma nova empresa detida pela produtora O Som e a Fúria, pela Gambito, empresa participante da distribuidora Alambique Filmes, e pela Risi Film, empresa que gere em Portugal a plataforma Filmin. Além de ciclos regulares, a sala vai passar também a receber encontros, debates e eventos relacionados com a sétima arte.

Detalhes

Endereço
Campo Grande, 376
Lisboa
1749-024

Novidades

Focus Hirokazu Koreeda

A primeira estreia do ano do Cinema Fernando Lopes é Broker - Intermediários, o último filme do cineasta japonês Hirokazu Koreeda. E a desculpa perfeita para lhe dedicar uma mostra de cinema, com uma selecção de cinco filmes essenciais que realizou nos últimos anos. Além de Broker, a sala de cinema do Campo Grande irá exibir A Nossa Irmã Mais Nova (2015); Shoplifters – Uma Família De Pequenos Ladrões (2018); Depois Da Tempestade (2016); e O Terceiro Assassinato (2017).

Boombox

  • Documentários

Um festival de arte sonora, um pianista islandês, uma avozinha dos sete instrumentos, uma celebração da música popular brasileira e uma experiência visual com o homem das estrelas. O Boombox vai animar as noites de quinta-feira no Cinema Fernando Lopes, neste que é, até ao momento, o programa mais musical do Alvalade Cineclube. O primeiro documentário chama-se SOA (2020) e apresenta a visão de Raquel Castro sobre o Lisboa Soa – Festival de Arte Sonora, do qual é a directora artística. A segunda sessão é uma viagem à Islândia a bordo de dois documentários: When We Are Born (2021), que acompanha o pianista Ólafur Arnalds; e Grandma Lo-Fi (2011), sobre Sigridur Nielsdottir, uma figura e culto na cena musical islandesa. Na terceira sessão será exibido o documentário Os Doces Bárbaros (1977), o mesmo nome da conhecida a trupe composta pelos músicos Gal Costa, Maria Bethânia, Caetano Veloso e Gilberto Gil. E na última sessã poderá ver o documentário Moonage Daydream (2022), do premiado realizador Brett Morgen, um filme sobre a vida de David Bowie, contada com a ajuda de imagens inéditas, de gravações ao vivo e da voz do próprio artista na narração.

Publicidade
Também poderá gostar