O Tempo Passa Como Um Leão Que Ruge

Filmes

A Time Out diz

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme se os eventos continuam agendados.

Depois de um breve intervalo, o ciclo Olhares em Diálogo prossegue a sua programação de documentários apresentando clássicos e obras desconhecidas e desafiantes do documentário alemão. Philipp Hartmann é um desses realizadores mais para o desconhecido que, ao chegar ao meio da vida, em O Tempo Passa Como Um Leão Que Ruge, decidiu filmar, ora com humor, ora reflexivamente, em precisamente 76 minutos e 30 segundos (cada minuto correspondendo a um ano de esperança de vida de um alemão nascido em 1972), um cineasta que sofre de cronofobia e procura uma maneira de conter o tempo.

Goethe Institut. Olhares em Diálogo. Qui 19.30.

Detalhes

Também poderá gostar