Pousada de Lisboa

Hotéis Santa Maria Maior
4 /5 estrelas
Pousada de Lisboa (@Time Out Portugal)
1/20
@Time Out Portugal
Pousada de Lisboa (©Time Out Lisboa)
2/20
©Time Out Lisboa
Pousada de Lisboa (©Time Out Lisboa)
3/20
©Time Out Lisboa
Pousada de Lisboa (©Time Out Lisboa)
4/20
©Time Out Lisboa
Pousada de Lisboa (©Time Out Lisboa)
5/20
©Time Out Lisboa
Pousada de Lisboa (©Time Out Lisboa)
6/20
©Time Out Lisboa
Pousada de Lisboa (©Time Out Lisboa)
7/20
©Time Out Lisboa
Pousada de Lisboa (©Time Out Lisboa)
8/20
©Time Out Lisboa
Pousada de Lisboa (©Time Out Lisboa)
9/20
©Time Out Lisboa
Pousada de Lisboa (©Time Out Lisboa)
10/20
©Time Out Lisboa
Pousada de Lisboa (©Time Out Lisboa)
11/20
©Time Out Lisboa
Pousada de Lisboa (©Time Out Lisboa)
12/20
©Time Out Lisboa
Pousada de Lisboa (©Time Out Lisboa)
13/20
©Time Out Lisboa
Pousada de Lisboa (©Time Out Lisboa)
14/20
©Time Out Lisboa
Pousada de Lisboa (©Time Out Lisboa)
15/20
©Time Out Lisboa
Pousada de Lisboa (©Time Out Lisboa)
16/20
©Time Out Lisboa
Pousada de Lisboa (©Time Out Lisboa)
17/20
©Time Out Lisboa
Pousada de Lisboa (©Time Out Lisboa)
18/20
©Time Out Lisboa
Pousada de Lisboa (©Time Out Lisboa)
19/20
©Time Out Lisboa
Pousada de Lisboa (©Time Out Lisboa)
20/20
©Time Out Lisboa

Não queremos ser picuinhas mas antes de apresentarmos a Pousada de Lisboa é preciso esclarecer uma coisa.

Aquilo a que geralmente associamos o conceito de pousada – um alojamento sem grandes mordomias para pernoitar numa visita rápida –, não é nada do que vai encontrar aqui. A filha mais nova do grupo Pestana era uma promessa antiga feita à cidade e durante anos o burburinho foi crescendo, havendo mesmo quem duvidasse que Lisboa alguma vez chegasse a entrar no roteiro das Pousadas de Portugal. Aconteceu finalmente no ano passado, quando esta Pousada com P grande se instalou num edifício pombalino do Terreiro do Paço, onde funcionou em tempos o Ministério da Administração Interna – uma escolha que não teria nada de muito extraordinário, não fosse o facto de este prédio em particular estar sob a alçada do Arco da Rua Augusta, condição que lhe valeu o título de Monumento Nacional. A vista para o Tejo é cortesia da cidade. Lá dentro, um hotel luxuoso, arejado e cosmopolita que não se envergonha de assumir a cultura portuguesa como parte do seu ADN: nos espaços dedicados à arte – entre corredores e salões convivem estátuas da monarquia com tapeçarias de Nadir Afonso e esculturas de Santo António –; na preservação da traça original do edifício, com tectos altos e chão em tábua corrida; e na cozinha, onde o chef Tiago Bonito promete (e cumpre) honrar a tradição à mesa com reinterpretações arrojadas dos clássicos da gastronomia. Não é um hotel museu, mas pouco falta. Os quartos e suítes, 90 com várias tipologias, são espaçosos e confortáveis e embora não sejam declaradamente românticos – também há quartos familiares –, têm um ambiente muito favorável aos assuntos do coração: duche relaxante de mármore para dois, “aquela” luz do Tejo e camas extraordinárias que nos obrigaram a rever a definição de cama ao ponto de concluirmos que a nossa cama de casa afinal não é a melhor do mundo.

Ao pequeno-almoço tem duas opções: ou se junta ao buffet no pátio interior, ignora o facto de ainda ser de manhã e acede à flute de champanhe incluída no menu, ou fica na cama, em sossego, à espera da bandeja.
Para apontar alguma falha à Pousada, teríamos de chamar o Marquês à pedra por não se ter lembrado de fazer um jardim nas traseiras. Para quem vem a Lisboa à procura de sol, há um pequeno terraço com espreguiçadeiras no terraço, com acesso à piscina interior, ao ginásio e ao spa. O que falta de espaços ao ar livre, a Pousada compensa com o melhor que tem: Lisboa a toda a volta.
Dica Timeout: À saída do hotel vire à esquerda e siga as placas em direcção à Sé de Lisboa (cinco minutos a pé). Pelo caminho, ofereça-se um almoço demorado no Pois Café e acabe a tarde com uma prova de vinhos portugueses da Wine With a View, ao balcão de uma pasteleira transformada em wine bar. Para jantar, resta saber se prefere uma refeição relaxada ou animação. A primeira encontra facilmente sem sair do bairro, com duas boas sugestões de cozinha italiana, no Esperança e, uns metros acima, na Cantina Baldracca (ideal para quem viaja com orçamento apertado).

Por Nelma Viana

Publicado:

Nome do local Pousada de Lisboa
Contato
Endereço Praça do Comércio, 31-34
Lisboa
1149-018
Preço €€€
É o proprietário deste estabelecimento?
Static map showing venue location
LiveReviews|0
1 person listening