Boris Berezovsky

Música, Clássica e ópera

A Time Out diz

O Festival de Sintra tem o piano como eixo central da programação e costuma trazer a Portugal alguns dos maiores intérpretes
 deste instrumento. É o caso do russo Boris Berezovsky,
 que delineou um recital integralmente preenchido com obras de compatriotas seus, que têm sido (com Beethoven, Chopin, Liszt
e Schumann) o assunto principal da sua notável discografia na Teldec/Warner, Mirare e Brilliant Classics. O programa inclui Mazurcas, Scherzos, Nocturnos e a célebre fantasia oriental Islamey, de Balakirev; Prelúdios e uma Barcarola de Lyadov; os Prelúdios op.32, de Rachmaninov; os Estudos op.42 e op.65 e a Sonata n.o
5 op.53, de Scriabin; e Três Andamentos de Petrushka, de Stravinsky.

Detalhes

Também poderá gostar