Buika

Música, Latina e world music
Buika

O flamenco pode ser o ponto de partida, mas a música de Concha Buika viaja por outras latitudes. Como ela. Espanhola de Palma de Maiorca, mas filha de exilados políticos da Guiné Equatorial, viajou e cantou por todo o mundo desde que se estreou a solo com o álbum homónimo de 2005. Nestes 12 anos, foi do reggae e dancehall jamaicanos ao jazz, soul e gospel norte-americanos, passando pelo afrobeat. Mas voltando sempre à Andaluzia das coplas e do flamenco.

Editou há uns meses Para Mí, EP de cinco faixas onde o flamenco é, mais uma vez, moldado e transportado para novas latitudes pela sua voz elástica. Sexta-feira, regressa ao Coliseu de Lisboa, munida dessas e de outras canções, incluindo as do anterior álbum, Vivir Sin Miedo.

Publicado:

LiveReviews|0
0 people listening