Festival Cantabile

Música, Clássica e ópera
Diemut Poppen
©DR Diemut Poppen

A Time Out diz

A música de Câmara é 
a protagonista do Festival Cantabile, em que André Baleiro (barítono), Maria-Elisabeth
Lott (violino), Diemut Poppen (na foto) (viola e direcção artística), Pavel Gomziakov (violoncelo) e Matan Porat e Raúl da Costa (pianos) se articulam para interpretar obras do Barroco ao nosso tempo. No concerto de abertura, no Centro Cultural de Belém, ouvir-se-ão 
a Fantasia Cromática e a Sonata para violino e cravo (transcrita para viola e cravo), de Bach, a Fantasia para piano a 4 mãos, de Schubert, a Fantasiestücke op.73, de Schumann, e Lieder de Brahms, Schumann e Wolf.

No Teatro Nacional de São Carlos, há dois concertos: um com as Baladas op.10 e a Sonata para violoncelo e piano, de Brahms,
 o Duo para violino e viola, de Mozart, e o Quinteto com piano,
 de Schumann; outro com o Nocturno para viola e 
piano, de Beethoven, o Quarteto com piano op.25, de Brahms, a Sonata Arpeggione, de Schubert, e Antiques, para viola e violoncelo, de Pinho Vargas. O festival encerra no Convento dos Cardaes, com o Concerto Brandeburguês n.º 6, de Bacheum divertimento de Mozart.

Por José Carlos Fernandes

Publicado:

Detalhes

A vossa opinião

0 comments

Similar events