Festival Termómetro

Música, Festivais de música
b fachada
© Mané Pacheco B Fachada

O Festival Termómetro, organizado desde 1994 por Fernando Alvim, já teve muitas vidas. Começou por ser um concurso de novos talentos portugueses, que se apresentavam em registo acústico – Termómetro Unplugged, chamava-se então. Eventualmente, rendeu-se à electricidade e deixou cair o apelido “Unplugged”. Voltou a reinventar-se em 2010, abrindo as portas a músicos estrangeiros. Passados uns anos, porém, o elenco voltou a ser 100% nacional.

Agora, numa 24.ª edição que culmina este sábado no Cinema São Jorge, regressaram os forasteiros. E apenas dois dos cinco finalistas são portugueses: os Gator, The Alligator que vêm de Barcelos (terra de boas bandas), fazem um rock psicadélico, pesado e festivo, e editaram em Outubro o primeiro álbum, Life is Boring; e MARO, uma jovem cantora e compositora nascida em Portugal mas radicada nos Estados Unidos, já com uns quantos discos editados 
e até uma canção na banda sonora de uma telenovela da TVI. A concurso estão ainda os Kings Of The Beach, que são espanhóis, fazem garage rock como deve ser e têm meia dúzia de edições no Bandcamp; a banda de electrónica galega Músculo!, que já anda nisto desde 2012; e o conjunto indie belga Jaguar Jaguar, que se estreou há uns meses com o EP Montjoi.

E como começa a ser hábito, há um convidado especial, que se apresenta fora da competição. Desta feita, B Fachada é a proverbial cereja 
no topo do bolo. Já não é a primeira vez que o mestre de cerimónias Fernando Alvim convida o cantor e compositor português para abrilhantar o seu festival, e não há-de ser por acaso.

Por Luís Filipe Rodrigues

Publicado:

LiveReviews|0
0 people listening