Linda Martini/ The Legendary Tigerman

Música, Rock e indie
Linda Martini/ The Legendary Tigerman
©DR

Há poucos nomes maiores do que os Linda Martini e The Legendary Tigerman, hoje, no rock alternativo português. Tanto uns como o outro assumiram este nome nos primeiros anos da década passada, começaram em salas pequenas e chegaram entretanto aos Coliseus. As semelhanças acabam aí.

Os Linda Martini são uma banda de indie rock em português, com escola feita no punk/hardcore e um naipe de referências que vai dos Sonic Youth aos Mogwai, passando por artistas nacionais como os Ornatos Violeta ou José Mário Branco (cujo “FMI” citaram numa das primeiras canções, “Partir Para Ficar”). Sirumba, o mais recente disco, já tem um ano. E vem aí um novo.

A escola de The Legendary Tigerman é outra. É, mais concretamente, o rock coimbrão que teve nos seus Tédio Boys a sua mais popular exportação. Com o final da banda, em 2000, Paulo Furtado reinventou-se como um bluesman, e percorreu Portugal sozinho, como uma banda de um homem só. Hoje, porém, é o líder de uma banda de rock que bebe de diferentes música e tradições (a pop, o garage, os blues). O último álbum, True, saiu em 2014, mas deve lançar um novo no próximo ano.

Publicado:

LiveReviews|0
1 person listening