Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Quando o português faz pop
Música, Pop, Diogo Piçarra
©DR Diogo Piçarra

Quando o português faz pop

Um filme que deu um karaoke, um músico que deu uma app. Duas janelas abertas para a música portuguesa na MEO.

Por Time Out em associação com MEO
Publicidade
MEO TIME IN
Propostas excepcionais para dias de excepção.
Uma foto da Time Out Magazine

A Time In Portugal já está disponível

Pode ler a última edição no conforto do seu sofá

Ler a revista

Quando o português faz pop

APP Diogo Piçarra

Em 2012, após vencer um programa de talentos, rumou a Londres e ingressou na London Music School. Hoje, o farense de 29 anos é um dos nomes mais populares da música nacional, com três discos de estúdio editados, Espelho (2015), do=s (2017), South Side Boy (2019) e dois EP, Sessions (2014) e Abrigo (2018). Mas sabia que aos 17 anos Diogo Piçarra já tinha feito parte da banda Fora da Bóia? Estas e outras curiosidades podem ser conhecidas através da aplicação do músico no MEO. Da biografia aos videoclips, passando pelos making of dos trabalhos e pela sua discografia. Basta para isso carregar no botão azul do seu comando e desfrutar do conteúdo único.

Disponível no botão azul do comando MEO

Bem Bom

“Uma da manhã ei bem bom / duas da manhã bem bom”... já começou a trautear o resto? Óptimo, é que o MEO juntou-se à Cinemundo para lhe trazer as primeiras imagens do filme que retrata a história da icónica girlsband que revolucionou a cena musical portuguesa na década de 1980. E o melhor é que vai mesmo poder pôr em prática a cantoria, pois o primeiro trailer do filme foi feito em formato karaoke (já está no Youtube). Apoiado desde o começo pelo MEO, Bem Bom, título do filme que tem produção da Santa Rita Filmes e realização a cargo de Patrícia Sequeira, pretende celebrar o legado das Doce, tanto para quem tem memória desse tempo, como para as dar a conhecer às gerações mais novas. As actrizes Carolina Carvalho, Bárbara Franco, Lia Carvalho e Ana Maria Ferreira dão vida às protagonistas.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade