Incógnito

Noite Chiado/Cais do Sodré
  • 3 /5 estrelas
  • 4 /5 estrelas
(6comentários)
0 Gostar
Guardar
Incógnito
© Ana Luzia

É provavelmente a instituição mais respeitada ali para os lados de São Bento, um baluarte de integridade e coerência, onde há anos se discute o estado da canção. Visitado por uma imensa minoria, é mais dado à música alternativa e tem-se governado bem. Até às 04.00. 

Publicado:

Nome do local Incógnito
Contato
Endereço Rua Poiais de São Bento, 37
Lisboa
1200-346
Horário Qua-Sáb 23.00-04.00
Transporte Metro Baixa-Chiado. Bus 28E, 706, 714, 727, 773

Average User Rating

4.2 / 5

Rating Breakdown

  • 5 star:1
  • 4 star:5
  • 3 star:0
  • 2 star:0
  • 1 star:0
LiveReviews|6
1 person listening
Natacha D

Para mim, um dos poucos sítios que continua a valer a pena para sairmos à noite e ouvirmos um bom som. Raramente desaponta, passa boa música indie-rock e continua a ter, apesar de por vezes ser too crowded, um bom ambiente. Volto a dizer: vale a pena!

Pedro D

Já lá passei grandes noites. Pode acontecer tudo lá, e já aconteceu quase tudo (o que é bom). Às vezes há uns djs a armar ao pingarelho que estragam tudo. Mas é raro. Mistura muito bem rapaziada nos 30 e 40 com miudagem mais nova.

Nádia C

Está para nascer o bar que vai destronar o Incógnito no que toca a ouvir bom indie-rock. Indie-rock dançável. É certo que convém chegar já com alguns copos em cima para aguentar os empurrões na pista de dança, mas está aqui o sítio ideal para quem quer fazer uma noite que não acabe de dia, mas ainda assim seja divertida. 

Pedro P

Poucos sítios nesta cidade conseguiram manter esta vitalidade durante tanto tempo. Nasceu para mim como lugar música alternativa (raios, estou a ficar velho!) e continua a ser a melhor alternativa quando quero sacudir o esqueleto noite dentro de copo na mão. Boa selecção de DJs (recomendo quintas e sextas-feiras), bom ambiente, boa tribo e uma porta sempre educada.

Maria B

Podem abrir centenas de capelinhas pelo bairro e arredores que dificilmente vão chegar aos calcanhares deste espaço. E a razão não é uma incógnita: boa música, bom ambiente, boa localização e boa porta. Só não leva cinco estrelas, porque à medida que a noite avança é melhor evitar as escadas. Escolham um piso depois de algumas vodkas e adoptem-no para o resto da noite.

José F

Frequentei muito há umas décadas atrás e consta que mudou muito pouco. Gostava de ficar lá em cima, no varandim, apreciando as flausinas e as danças de acasalamento que por lá se passavam. Ah, como é bom ser jovem.