Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right A nova Distillerie vai fazer uma festa com Volume

A nova Distillerie vai fazer uma festa com Volume

Distillerie
DR

A primeira edição da Volume, com um DJ e um enólogo num evento mensal, traz Rui Vargas e António Maçanita à nova Distillerie na quinta-feira. Falámos com a organização.

Na volume só se bebe vinho. “E também há água”, diz Gil Correia, um dos organizadores desta nova festa mensal que se estreia na quinta-feira na Distillerie. O espaço, em frente ao Panteão Nacional e normalmente alugado para eventos privados, também é uma novidade na noite alfacinha.

A ideia partiu de três amigos (Gil Correia, Dina Camacho e Pedro Mota), todos ligados à música. “Sentíamos que nas festas a que íamos não havia uma oferta de vinhos muito interessante”, conta Gil. “Num país com uma cultura gigantesca à volta do vinho, parece que na noite há mais a cultura da cerveja.”

Para mudar isso, decidiram criar o Volume. “Há essa dualidade de conceito, do volume alcoólico e do volume de som”, explica. A partir daí, nasceu a ideia de uma festa “em que juntamos um enólogo e um DJ e fazemos quase uma batalha entre eles”.

Os escolhidos para a primeira edição, na próxima quinta-feira, entre as 18.00 e as 23.00, são Rui Vargas, DJ com três décadas de carreira e 21 anos de Lux, e António Maçanita, considerado Enólogo do Ano 2018 pela Revista de Vinhos.

A Rui Vargas cabe-lhe escolher a melhor banda sonora em vinil para as escolhas de António Maçanita, uns “9, 10 vinhos”, continua Gil. Ao todo serão quatro momentos musicais: “Para beber vinhos brancos leves, depois brancos mais encorpados, os Reserva, outro de vinhos tintos mais encorpados e um momento mais de festa dedicado ao espumante.”

A entrada, a 10 euros, dá direito a um copo de vinho e quem chegar cedo pode assistir a uma pequena conversa com os dois anfitriões, às 19.00, moderada por Rui Miguel Abreu. “O enólogo vai falar sobre a influência da música nos vinhos e o DJ sobre o papel do vinho na música.”

A lotação é de 300 pessoas para criar “um espaço confortável, em que as pessoas possam falar”. O objectivo é também tornar o Volume um evento mensal e o próximo será já em Dezembro. “Tentamos convidar pessoas que tenham gosto tanto pelo vinho como pela música, mas que nunca se conheceram”, adianta Gil. Apesar do registo electrónico, a ideia é também poder ver o DJ noutro ambiente que não as pistas de discotecas. E de copo de vinho na mão.

Quinta, 18.00-23.00, na La Distillerie (Campo de Santa Clara). 10€ com um copo de vinho até às 20.00.

Publicidade
Publicidade

Latest news