A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Time Out Lisboa Primavera 22
Time Out Lisboa

A nova edição da Time Out Lisboa chega às bancas já esta quarta-feira

Sentámos cozinheiros tradicionais à mesa de restaurantes com estrela Michelin. Falámos com Dino D'Santiago e Maria Teresa Horta. Fomos perceber o que se passa em Benfica e o por que estão os cineclubes a voltar. Tudo isto e mais na edição de Primavera da Time Out Lisboa.

Escrito por
Vera Moura
Publicidade

Nenhuma peça de design nos fascina mais do que a mesa. A mesa não é suporte, é cenário. Não é montra, é testemunha. Não é mobília nem objecto, é família, é verbo. É convite a sentarmo-nos de frente uns para os outros, partilharmos o que comemos, olhos nos olhos, olhos no prato. É desafio para crescer e criar memórias à volta de comidas mais ou menos inesquecíveis. 

Nesta primeira edição de 2022, que chega às bancas com a Primavera, a mesa é a grande protagonista. Foi à mesa que juntámos chefs e cozinheiros, gente com o mesmo amor à comida e ao acto de dar de comer, mas com caminhos tão diferentes quanto a carne e o peixe, a água e o vinho. Desta vez, e depois de dois anos duríssimos para a restauração, foram os cozinheiros de fine-dining, com as suas estrelas Michelin ao peito, a convidar os chefes de tascas ou restaurantes tradicionais para os seus restaurantes sofisticados. O resultado foram refeições sentimentais, com uma pitada de humor e a dose certa de emoção (comoção até). Nunca estas mesas esquecerão tais encontros.

Mas há mais para ler ao longo destas 148 páginas, que chegam às bancas esta quarta-feira, dia 30 de Março: uma grande entrevista com Dino D'Santiago sobre o caminho para o sucesso e a terapia; e outra com Maria Teresa Horta, que nos recebeu em sua casa a propósito dos 50 anos das Novas Cartas Portuguesas; a Companhia Nacional de Bailado pela lente da fotógrafa de moda Maria Rita; e o regresso dos cineclubes, com uma nova geração a querer regressar à ideia do salão piolho; um projecto gastronómico anti-esquisitinhos, onde a comida má é rainha; e o cânhamo a transformar-se em matéria-prima para roupa com muita pinta; o 25 de Abril trocado por miúdos; e mais uma crónica do nosso humorista de serviço Salvador Martinha.

Tanto para ler na nova estação antes que chegue o Verão.

+ City Index: Como está a sua relação com a cidade?

Últimas notícias

    Publicidade