A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Abriu o restaurante italiano de Chakall com um bar de poeta lá dentro

Por
Francisca Dias Real
Publicidade

Com um avô italiano, Chakall sempre esteve ligado a esta cultura e o sonho de ter um restaurante dedicado à comida italiana concretizou-se, finalmente, agora que abriu o Refeitório do Senhor Abel, em pleno coração de Marvila, nos antigos armazéns Abel Pereira da Fonseca. Mas as novidades não ficam por aqui: à comida junta-se a bebida do Heterónimo Baar, o bar que complementa o restaurante, ambos inspirados no poeta Fernando Pessoa, com a curadoria de Miguel Tojal, que se juntou ao chef neste projecto.

“Este restaurante é diferente, aliás todos os que abro são diferentes porque me farto de fazer coisas iguais”, diz Chakall numa pausa que o obrigámos a fazer. “E um restaurante italiano era uma coisa que já queria fazer há muito tempo mesmo, e encontrei a oportunidade e o espaço perfeito.”

O restaurante conta com uma longa carta de pizzas artesanais e raw food, com a assinatura de Chakall e do pizzaiolo siciliano Roberto Mezzapelle — um verdadeiro acrobata das pizzas — que Franco, amigo do chef e sócio neste projecto, conhecia por trabalhar no seu restaurante italiano em Berlim.

Roberto Mezzapelle é campeão europeu de pizza clássica acrobática

Para Chakall, a chave de ouro está na massa, o verdadeiro segredo bem estudado e guardado por Roberto, campeão europeu de pizza clássica acrobática, que desenvolveu receitas com bases de massa saudáveis e de fácil digestão, amadurecida durante 36 a 48 horas. O menu dá-lhe 20 pizzas à escolha que vão desde a Rústica, com presunto de Parma e parmigiano (15€), à Jeremia, de marisco com alho e salsa (14,5€), ou a Porcini e Tartufo, com cogumelos, trufas pretas e alecrim (15,5€). Ao pegar na carta pode escolher a base de pizza que mais lhe agradar, tendo disponíveis a massa sete cereais, massa preta de carvão vegetal, massa amarela com gengibre, e, muito em breve, vão ter disponível uma base de massa com cânhamo — uma boa alternativa à proteína animal.

Pizza Rústica

Quem optar pelos crus, também tem uma extensa lista de possibilidades com burrata caprese (8,5€) ou al tartufo (10,50€), carpaccio de boi (12,5€), polvo (15,5€) ou de peixe-espada (13,5€).

E, no meio de pizzas, carpaccios e burratas, surgem os cocktails criados pelo bartender Sandro Pimenta, em conjunto com Miguel Tojal. O Heterónimo Baar, cujo nome responde às iniciais de cada heterónimo de Fernando Pessoa (Bernardo Soares, Álvaro de Campos, Alberto Caeiro e Ricardo Reis), está mesmo na porta ao lado do restaurante e com uma passagem secreta pelo interior do restaurante — mesmo daquelas à filme — disfarçada por uma estante de livros, um objecto que está por toda a parte no espaço, do tecto às estantes.

Heterónimo Baar

“Descobri este lugar e em conversa com o senhor da imobiliária descobrimos que o Fernando Pessoa era cliente dos armazéns Abel, então era impossível fugirmos a todos estes factores”, explica Chakall. O bar pretende responder a todo o tipo de públicos e ser um local onde os lisboetas vão ao final do dia para descontrair e apreciar um bom cocktail, quer os da carta quer os que pode pedir de improviso a Sandro.

Praça David Leandro da Silva, 4-6 (Marvila). 21 868 8023. Ter-Sab 12.00-15.00/19.00-00.00, Dom 12.00-15.00.

Últimas notícias

    Publicidade