A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
ARCOlisboa, arco, arco lisboa, feira de arte contemporanea
ARCOLisboa

ARCOLisboa adiada para data a anunciar

Por Raquel Dias da Silva
Publicidade

A feira internacional de arte contemporânea de Lisboa estava marcada para Maio, mas terá de ser adiada, devido à actual pandemia. Ainda não foi feita a recalendarização, mas a direcção espera anunciar novas datas em breve.

O maior evento anual do mercado da arte em Portugal traria este ano à Cordoaria Nacional cerca de 70 galerias e centenas de artistas, coleccionadores, comissários e outros profissionais do meio. Com organização espanhola, a ARCOLisboa poderá regressar apenas depois do Verão. 

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infectou perto de 866 mil pessoas em todo o mundo, com Espanha na lista de países com maior número de mortes (mais de nove mil) e casos de infecção confirmados (mais de 102 mil). Em Portugal, o pico deverá acontecer no “final de Maio”, de acordo com o revelado na última sexta-feira pela ministra da Saúde portuguesa, não se sabendo até quando ficam em vigor as actuais medidas de contenção social.

“Em Maio já não vai dar tempo, seguramente”, disse à agência Lusa fonte oficial da Feira Internacional de Madrid (IFEMA), que co-organiza o certame com a Câmara Municipal de Lisboa, revelando ainda que a directora da ARCOlisboa, a espanhola Maribel López, está em contacto com as galerias para encontrar “outras opções”.

Na edição anterior, a ARCOlisboa registou a presença de 11 mil visitantes, 470 artistas, 190 coleccionadores e profissionais do sector, 71 galerias e 17 países.

+ Time In: As melhores sugestões para fazer em casa

Últimas notícias

    Publicidade