A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
cão castanho deitado na areia
Fotografia: Jamie Street

Areeiro já tem um Centro de Acolhimento Temporário Para Animais

Os animais errantes têm agora um abrigo, onde ficam até serem encaminhados para uma família de acolhimento temporário, adopção ou tratamento médico-veterinário.

Raquel Dias da Silva
Escrito por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

A Junta de Freguesia do Areeiro, empenhada em dar continuidade ao trabalho que tem vindo a desenvolver na área do ambiente e do bem-estar animal, anunciou recentemente a instalação de “hotéis para insectos”, para promover a biodiversidade local, bem como o reforço da protecção de animais errantes, com a criação de um Centro de Acolhimento Temporário Para Animais.

O novo centro para animais errantes, recolhidos pelo Grupo de Voluntários para os Animais da Junta de Freguesia do Areeiro, vai garantir a sua protecção durante algum tempo, longe de perigos, em ambiente controlado e seguro, com acesso a comida e água. O objectivo é, depois, encaminhar esses animais para uma família de acolhimento temporário, adopção responsável ou tratamento médico-veterinário.

Além do abrigo, a Junta de Freguesia instalou ainda três “hotéis para insectos” no Areeiro. Tratam-se de refúgios ecológicos que, mediante o recurso a materiais naturais e alimento adequado, servem de locais seguros para a atracção, fixação e natural desenvolvimento de colónias em meio urbano. “Os insectos são elementos essenciais para a promoção e manutenção da boa saúde dos ecossistemas e para a promoção da diversidade biológica”, lê-se em comunicado da Junta, que assegura a importância desses ninhos para a vitalidade dos espaços verdes da freguesia.

+ Como ajudar animais e associações de protecção animal durante todo o ano

+ Leia já, grátis, a edição digital da Time Out Portugal desta semana

Últimas notícias

    Publicidade