A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Carnes fumadas e comidas das Américas: este Contrabando é legal

Por Catarina Moura
Publicidade

José sabe fazer tudo o que se faz num restaurante, garante: desde o serviço de sala ao piano a luzir, regado com molho barbecue, que chega à mesa. Só lhe faltava um sítio onde pôr estes assuntos todos a rolar e com “sabores e cores das Américas”. Foi por isso que assim que encontrou uma loja de dois andares na 24 de Julho abriu o Contrabando. Não uma casa de ilegalidades, mas de comida sul-americana e carnes grelhadas que lembram os Estados Unidos.

No andar de baixo há estantes forradas a grades fechadas com cadeados. O material que está lá dentro pode ser vistoriado à vontade: garrafas de vinho, umas a fazer número, outras realmente com conteúdo, umas de vinhos portugueses, outras com vinhos Casas del Bosque – chilenos que José Traitolas serve como vinhos da casa. E casam bem com tudo o resto que aqui se passa. Há tacos mexicanos de tempura de peixe (8,90€), de frango (7,50€) ou carnitas, feitos com barriga de leitão fumada na casa (8,50€); indo directos ao Peru, há um ceviche de salmão e peixe branco acompanhado de puré de batata que facilmente se divide por duas pessoas ou resolve o almoço de uma (8,90€).

Contrabando
Ceviche de salmão e peixe branco com puré de batata
Fotografia: Arlindo Camacho

Para além destes pratos da moda que, José acredita, vieram para ficar, a estrela do Contrabando são as carnes fumadas. O dono da casa até investiu num smoker para não fazer barbecues como os outros, mas com um aroma a madeira que é queimada enquanto a carne apanha aquele fumo. Os pianos (as ribs americanas, 12,50€) são depois grelhados e cobertos com molhos como o BBQ, o honey chipotle, onde há tanto de mel como de picante, ou o blazing habanero de malaguetas verdes mexicanas.

“O importante para mim é ter uma experiência acima da média com um preço mediano”, diz, explicando que a solução é muita negociação com os fornecedores e importadores – que grande parte das carnes que aqui há são tão estrangeiras como as ideias. À sobremesa continua-se com o cheesecake cozido americano com frutos vermelhos ou com os churros com doce de leite, e para beber – para além dos tais vinhos – há um bar de cocktails que serve tantos os clássicos como invenções (entre os 7,90€ e os 12€). Estes bares dividem-se entre o primeiro e o segundo andar: ao todo uns 90 lugares onde se podem comer tacos e ver a bola. “A minha ideia é que se consiga fazer a noite aqui: começa-se com um jantar no piso de cima e desce-se para uns cocktails e para ouvir uma música [há DJ a partir das 20.00]”. Ou vice-versa, que não se pode dizer que o Contrabando tenha regras invioláveis.

Avenida 24 de Julho, 90 (Santos). 21 073 2754 Seg-Dom 12.00-15.00/ 19.00-24.00

Últimas notícias

    Publicidade