A Time Out na sua caixa de entrada

Musica, Fado, Portuguesa, Cristina Branco
©Joana LindaCristina Branco

Carta de Amor a Lisboa: Cristina Branco

Desafiámos alfacinhas com jeito para as palavras a escrever a Lisboa, a cidade do nosso coração.

Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

É preciso tanta coragem para ter fé, Lisboa, mas vou desde já dizer-te que quando isto acabar vou calcorrear a cidade de lés a lés, todas as manhãs de todos os dias, mas vou de saltos, tou farta de usar ténis. Pelo menos por agora. Vou pegar em mim e fazer um enorme tacho de arroz doce à moda antiga, para a vizinhança toda do prédio e demorará muitas horas a ficar no ponto e durante esse tempo cantarei finalmente as minhas canções, para mim, para ouvir a minha voz projetada nas paredes da casa, cantarei em voz bem alta, que agora já não consigo cantar mais para dentro, enredada no silêncio dos meus pensamentos.

Não me importa quem me irá ouvir, porque tu estarás lá, a cada olhar meu para fora da barreira da sacada, tu estarás lá e o rio e a ponte, a ouvirem-me. Irei também a Amesterdão (não te enerves, não te zangues comigo), minha companheira e segunda casa, minha amante às escondidas; porque volto sempre para ti, para os braços deste rio. Vou deitar-me na relva, ou na areia junto à água, tanto faz, e depois vou beber um café ou uma cervejola com os amigos, retomar os amores. Vou escrever sobre o amor, o amor sem merdas, sem nham nham nhãs e vou fazer pinos ponte com a minha filha Gigi e ensinar poses de ioga ao Martim – dizem que ajuda a ter paciência. Vou transpirar esta dor que interrompeu as nossas vidas e interromper as chamadas telefónicas e desligar a net, para só dar abraços e atirar beijos para o ar, para o vento os levar e trazer outros de volta. Vou fazer um jantar supimpa e em seguida convido-te para dançar debaixo de um céu de estrelas e depois vou ouvir tangos, milongas e coladeras. Vou ouvir o Dino a cantar o calor dos corpos e dar graças à vida, debruçada sobre ti, cidade.

- Cristina Branco, cantora

+ Carta de amor a Lisboa: Camané

Últimas notícias

    Publicidade