A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
The Presidential
Arlindo Camacho

Chega ao fim o The Presidential, mas antes disso ainda vai passear pelo Douro

O comboio histórico que percorre o Douro com chefs a bordo faz as suas últimas viagens em Setembro e Outubro.

Escrito por
Cláudia Lima Carvalho
Publicidade

Depois de dois anos de ausência, o The Presidential – o comboio presidencial, de 1890, que percorre os carris da linha do Douro numa viagem com chefs Michelin a bordo –, está de volta para uma série de viagens gastronómicas. Arranca em Setembro, com Rui Silvestre e Henrique Sá Pessoa, e termina no final de Outubro, com João Oliveira e Pedro Lemos. Oportunidades únicas, já que o projecto de Gonçalo Castel-Branco vai chegar ao fim. 

É a última viagem, anuncia-se em comunicado. O contrato estabelecido entre o Museu Nacional Ferroviário e Gonçalo Castel-Branco, que permitia ao curador utilizar anualmente um número limitado de quilómetros do Comboio Presidencial, não vai ser renovado. “Deixar para trás uma ideia que se aprimorou com muito esforço e dedicação, que colheu atenção mediática sem precedentes, quer nacional quer internacional, que chegou até a ser considerado o melhor evento público do mundo é naturalmente difícil, mas levo o orgulho de ter ultrapassado todas as expectativas e objectivos dos nossos parceiros”, afirma na mesma nota Gonçalo, cuja empresa é também responsável por eventos como o Chef’s on Fire.

“Todo o reconhecimento que tem acompanhado este projecto só é possível porque desde o início tivemos instituições como o Museu Nacional Ferroviário, a CP e a EMEF que acreditaram nesta ideia e mostraram que feitos incríveis podem acontecer quando se apoiam conceitos frescos, novos e que cuidam e revitalizam o património português”, acrescenta ainda Gonçalo Castel-Branco, que lançou o The Presidential em 2016.

Chamou-lhe a “Disneyland para adultos”. Um dia de luxo e mordomias, cuja única preocupação de quem participa prende-se apenas por chegar a horas à Estação de São Bento, no Porto, de onde parte o comboio rumo ao Douro. O almoço é servido nas carruagens, seguindo-se uma visita com provas de vinho na Quinta do Vesúvio. No regresso a São Bento, ao final do dia, há animação a bordo, servem-se cafés e digestivos. O preço é único: 750€ por pessoa. Há ainda a possibilidade de se comprar packs de dois ou três dias, com programas completos que incluem estadia também, além das refeições e de um passeio de barco – a partir dos 2500€. “Está tudo pensado para te fazer feliz”, dizia-nos Gonçalo sobre o The Presidential em 2018. 

Para esta edição de despedida, as refeições fazem-se a quatro mãos. Vão ser 16 viagens no Douro com dois chefs a cozinhar a cada fim-de-semana. O arranque, a 3 e 4 de Setembro, está entregue a Henrique Sá Pessoa, duas estrelas Michelin no Alma, e Rui Silvestre, uma estrela no Vistas. Seguem-se Óscar Geadas (uma estrela no G Restaurante) e Diogo Rocha (uma estrela no Mesa de Lemos).

A 24 e 25, cozinham Pedro Pena Bastos (uma estrela no Cura) e Hugo Candeias (Ofício). Já em Outubro, a 1 e 2 de Outubro, José Avillez (duas estrelas no Belcanto) partilha a cozinha com Vasco Coelho Santos (Euskalduna), seguindo-lhes Marlene Vieira (Marlene,) e Michele Marques (Gadanha Mercearia e Restaurante). A 15 de 16 de Outubro, cozinham Alexandre Silva (uma estrela no FOGO) e João Rodrigues (que abandonou o estrelado Feitoria em Abril). Por fim, a 22 e 23, João Oliveira (uma estrela no Vista) e Pedro Lemos (uma estrela no Pedro Lemos).

Os bilhetes estão à venda no site oficial do The Presidential.

+ Sushi, cocktails, fogo e tatuagens. Cabe tudo no novo Animal

+ Leia, grátis, a edição digital da Time Out Portugal desta semana

Últimas notícias

    Publicidade