A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
lisboa confinada
Fotografia: Gabriell Vieira

Comércio local de Lisboa vai poder vender através de plataforma online

A Câmara Municipal de Lisboa estabeleceu uma parceria com os CTT para apoiar o comércio local da cidade, que passará a poder vender os seus produtos online.

Por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

Os CTT – Correios de Portugal vão lançar uma aplicação para o comércio local, para promover a digitalização do sector durante este período ainda indefinido de pandemia. Com recurso a esta nova ferramenta digital, produtores locais e pequenos comerciantes, que tradicionalmente têm apenas actividade comercial física, passam a ter acesso não só a uma plataforma electrónica onde podem vender os seus produtos, como a uma solução simples de entrega ao domicílio.

“Para explicar o processo de adesão e funcionamento aos comerciantes, realiza-se dia 11 de Março, às 17.00, um webinar, como complemento ao apoio directo da UACS [União de Associações do Comércio e Serviços de Lisboa] aos empresários do sector”, lê-se em comunicado da Câmara Municipal de Lisboa, que se associa a esta iniciativa no âmbito do programa “Protege Lisboa”, que conta com um investimento de 90 milhões de euros, para minorar o impacto da pandemia na economia e emprego.

A solução, desenvolvida em parceria com a empresa portuguesa Localshop, é fornecida às autarquias e associações empresariais, que por sua vez a disponibilizam aos comerciantes e produtores locais. Mas poderá consultar toda a informação disponível no site dos CTT, onde é possível perceber melhor como funciona a aplicação e como as Câmaras Municipais de todo o país podem aderir ao serviço, para dinamizar o comércio de bairro. Ainda assim, vale a pena realçar que, como comerciante, não terá nenhum custo de adesão e pagará apenas uma taxa sempre que um consumidor fizer uma compra na sua loja.

Se for consumidor, poderá ver, através do telemóvel e tendo em conta a sua localização, que comerciantes e produtores da região estão presentes na aplicação, entrar em cada uma das lojas, efectuar as compras e pagar através de MB Way, cartão de crédito ou cartão de débito.

+ Covid-19: imagens de uma Lisboa em quarentena

+ Roteiro pelas estátuas de mulheres em Lisboa

Últimas notícias

    Publicidade