• Notícias
  • Comida

Doces Teresa Pyrrait: Campo de Ourique com mais açúcar

Teresa Pyrrait

Gulosos de Lisboa, rejubilai! Abriu uma loja de bolos em Campo de Ourique com tanta e tão boa oferta que nem o ser-humano mais focado na dieta vai conseguir resistir. O sítio chama-se Doces Teresa Pyrrait, tem três meses de vida, mas o negócio da confecção de bolos conta 27 anos no mercado. E é provável que o conheça de outros campeonatos, como a lista de sobremesas d’O Magano, do Coelho da Rocha ou do Nós é Mais Bolos.

Teresa Pyrrait começou a fazer bolos na faculdade “para ganhar algum dinheiro”. Vendia para a La Trattoria, o italiano da Artilharia 1 que foi seu cliente durante vários anos, trabalho que conciliava primeiro com o curso de Economia e depois com um emprego a tempo inteiro, e há 15 anos decidiu sair e dedicar-se apenas ao negócio dos bolos em casa. Os restaurantes foram-se multiplicando - vende também para o Solar dos Duques, o Stop, a Doca Peixe ou os vários Prego da Peixaria, por exemplo - os clientes particulares idem e daí a vontade de abrir um espaço próprio.

 

Teresa Pyrrait
Fotografia: Arlindo Camacho

 

 

No andar de baixo ficam a cozinha, a despensa (que despensa!) e os armazéns. No andar de cima está o balcão dos bolos, ou melhor, o centro da tentação, e estão algumas mesas para se sentar a comer as miniaturas que Teresa começou a cozinhar quando abriu a loja – apesar de ninguém o impedir de comer um bolo inteiro, claro, dos que estão também em exposição na montra. “A ideia não é ser bem um café. Mas um sítio onde as pessoas possam conhecer os bolos, os possam provar e levar para casa”, diz.

Quer conhecê-los agora, agora? Aqui vai: tem o chiffon de chocolate (22€ o grande, 16€ o tamanho médio), o supremo de noz com ovos moles (24€ o grande, 1,70€ a miniatura), que é um dos bestsellers, a tarte de doce de leite (20€), o papão com ovos moles (21€), um delicioso papo de anjo XL, o grand gâteau de chocolate (21€) ou o petit gâteau (1,70€), a blattertorte (22€), a mousse de três chocolates (22€ a grande, 1,60€ a mini), o pudim Abade de Priscos (22€) ou as pavlovas, que podem levar ovos moles e abacaxi, frutos vermelhos ou doce de leite (o preço varia consoante o recheio e a época). “Só uso produtos frescos e tenho fornecedores de fruta. Das framboesas é uma produtora quase biológica.”

Fotografia: Arlindo Camacho

 

Se ficou de olho em algum dos bolos saiba que todos eles existem em miniatura e à partida estão disponíveis para provar na loja. Os tamanhos médios são apenas feitos para aqui e, no caso dos grandes, apesar de haver sempre frescos e prontos a levar, caso queira algum específico, convém encomendar. Quem está habituado a fazer entre 700 e 800 bolos por mês, pode ser juntar mais um ao conjunto. 

Fotografia: Arlindo Camacho

 

Rua Almeida e Sousa, 14 C (Campo de Ourique). 91 614 5765. Ter-Sáb 11.00-19.00 (Segunda-feira aceita encomendas)

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments