A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
shoe clinic
Fotografia: Shoe Clinic

Esta lavandaria de sapatos faz entregas e recolhas onde quiser

Por Raquel Dias da Silva
Publicidade

Desinfectar, higienizar, impermeabilizar, recuperar. São as palavras de ordem da Shoe Clinic, uma clínica para sapatos, focada em promover a redução do consumo supérfluo de calçado, através de serviços de limpeza. Mas há mais: o melhor é mesmo não ter de ir a lado nenhum, com a entrega e recolha a ser feita onde o cliente quiser. A redacção da Time Out já experimentou.

A temática da sustentabilidade não é novidade para Cláudia Costa e Tiago Lucena. O casal por detrás da Shoe Clinic, uma lavandaria para sapatos, é especialista em soluções caseiras para um futuro mais ecológico. Autores do blogue e livro A Senhora do Monte, onde partilham dicas do it yourself amigas do ambiente, são fervorosos adeptos de “sapatos lavados e higienizados, para maior longevidade e conforto”.

shoe clinic
Antes e depois de uma limpeza completa (13€)
Fotografia: Shoe Clinic

Tudo começou no final de 2017, quando o casal fez dos ténis velhos de amigos e familiares as cobaias perfeitas para testar produtos e processos de limpeza e pintura. “Os ténis costumavam estar associados exclusivamente à prática de desporto, mas já os usamos quase todos os dias e é normal transpirarmos”, alerta Tiago Lucena. “Podemos não nos aperceber, mas a degradação não é apenas exterior: os ténis velhos estão cheios de bactérias. A desinfecção é muito importante para garantir a longevidade do calçado, mas sobretudo a saúde dos nossos pés”, acrescenta.

Entre os serviços de limpeza disponíveis, o mais barato (13€) inclui limpeza exterior e interior completa, mas o recomendado é fazer uma limpeza premium (16€) a cada quatro ou seis meses, para higienização, impermeabilização contra a humidade e recuperação parcial de cor, com branqueamento total da sola. Melhor só a limpeza master (19€), que promete um par de ténis quase como novo. “Mudamos também atacadores e palmilhas por um valor adicional, mas não incluímos reparação, de buracos por exemplo”, esclarece Tiago, confessando ainda a vontade de, no futuro, vir a “trabalhar em parceria com um sapateiro”.

shoe clinic
Antes e depois de uma limpeza master (19€)
Fotografia: Shoe Clinic

Os serviços de limpeza têm, em média, quatro fases: desinfecção, lavagem manual com várias escovas, lavagem automática numa máquina própria para sapatos e o restauro estético, composto quer pelo branqueamento da sola quer pela recuperação de cor. Para tirar a prova dos nove, a Time Out requisitou quatro serviços de limpeza para dois pares de ténis Stan Smith, umas botas e umas sabrinas de camurça. A limpeza master realizada aos ténis não incluiu a recuperação total de cor, mas apenas porque não havia o respectivo tom de verde. Nestas circunstâncias, Tiago prefere não fazer alterações, a não ser se o cliente pedir. “Já transformámos um par de ténis através da mudança completa de cores.” Por outro lado, a limpeza básica feita às botas incluiu um bónus de hidratação profunda da pele. Já a camurça das sabrinas também foi tratada: é possível pintar de um castanho mais escuro quando mais desgastada.

shoe clinic

Fotografia: Shoe Clinic

Apesar da oferta de personalização também ser limitada, o modelo de negócio preza por um contacto próximo com os clientes: ainda não fazem “desenhos brutais, mas aceitam desafios”. O primeiro passo, depois de contactar a Shoe Clinic por telefone ou e-mail, é enviar uma fotografia dos sapatos, para ser feita uma recomendação do serviço mais adequado. Segue-se a recolha onde for mais conveniente para o cliente e, como o objectivo é não ter de se deslocar, a entrega é realizada da mesma forma. A partir de 48€ em serviços de limpeza, a entrega e recolha (10€) passa a ser gratuita, desde que em Lisboa, Oeiras, Cascais, Sintra, Mafra, Torres Vedras ou Loures.

“Está nos planos uma loja física”, conta Tiago. “Quando começámos, ainda não havia mercado e fazia mais sentido este modelo de negócio de entrega e recolha, com conforto total para os clientes, porque acreditamos ter uma relação qualidade/preço imbatível. Mas o objectivo é, quando o volume de trabalho o justificar, abrir um espaço. Antes ainda temos um plano intermédio, que é passar a ter pontos de recolha em lojas de ténis mais conhecidas. Entretanto, também fazemos limpeza de bonés e outros projectos de restauro especiais, como de carteiras de senhora, por exemplo.”

No actual momento de pandemia, a Shoe Clinic garante estar a tomar todas as precauções necessárias, com um reforço do processo de desinfecção e higienização. “O coronavírus fica mais tempo precisamente onde andamos com os pés. Temos de ter atenção para não nos distraímos e contaminarmos o chão de casa, por isso temos tido ainda mais cuidado, usamos protecção, trabalhamos numa única divisão da casa, com uma luz ultravioleta, como acontece nos blocos operatórios para esterilização, e depois, além de tratarmos os ténis como estando infectados, recomendamos sempre, no momento da entrega, a devida quarentena.”

+ Descarregue aqui a edição desta semana da Time In Portugal

Últimas notícias

    Publicidade