A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
jorge salavisa
© Fundação Calouste Gulbenkian

Gulbenkian cria prémio de dança em homenagem a Jorge Salavisa

O prémio tem o valor de 150 mil euros e destina-se a jovens bailarinos, cujo talento e importância excedam fronteiras nacionais.

Beatriz Magalhães
Escrito por
Beatriz Magalhães
Publicidade

O Salavisa European Dance Award (SEDA) é o novo prémio atribuído pela Fundação Calouste Gulbenkian e destina-se a bailarinos de qualquer parte do mundo. No valor de 150 mil euros, o galardão pretende homenagear o bailarino e director artístico Jorge Salavisa.  

Além da Gulbenkian, várias instituições culturais europeias são parceiras na constituição do prémio, anunciado nesta segunda-feira: a Bienal de Dança e Maison de la Danse de Lyon; Dansehallerne, centro de dança de Copenhaga; ImPulsTanz, festival internacional de dança de Viena; Joint Adventures de Munique; K.V.S. de Bruxelas; o teatro Sadler’s Wells, em Londres, e ainda a Fundação de Kees Eijrond dos Países Baixos.  

O prémio, de 150 mil euros, é entregue de dois em dois anos e dará ao vencedor a oportunidade de actuar nas instituições culturais da rede de parceiros. Um júri internacional selecciona o vencedor a partir de um conjunto com um máximo de 21 nomeados. “O SEDA apresenta-se como um incentivo a artistas jovens, sem categoria etária estritamente definida, ainda pouco visíveis no cânone da dança devido ao seu discurso artístico ou à sua origem social e cultural”, pode ler-se em comunicado. A entrega do prémio acontece a 27 de Novembro de 2024, na Fundação Calouste Gulbenkian. 

Jorge Salavisa (1939-2020) fez a sua formação em Paris e Londres, tendo depois trabalhado com Rudolf Nureyev e Margot Fonteyn, grandes nomes do bailado mundial. Em 1977, regressou a Portugal a convite da Gulbenkian e, até 1996, dirigiu o Ballet Gulbenkian. Salavisa foi ainda director do Teatro Municipal São Luiz e presidente do conselho de administração da Companhia Nacional de Bailado.

+ Com “número invulgar” de novos talentos, Fundação GDA vai premiar os melhores jovens actores de 2022

+ Europa-América renasce como editora de ficção contemporânea

Últimas notícias

    Publicidade