A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
sangue na guelra
©DR

Há Sangue na Guelra em live stream: os chefs vão conversar sobre o poder da comida

Por
Ines Garcia
Publicidade

Sexta edição do Sangue na Guelra acontecerá a 4 e 5 de Maio, na internet, com participações de especialistas do universo gastronómico, chefs e jornalistas.

Num momento em que o sector da restauração se tenta reinventar e perceber como poderá sobreviver depois da pandemia, Ana Músico e Paulo Barata, fundadores da agência Amuse Bouche, resolveram pôr Sangue na Guelra online. A sexta edição do Symposium, inicialmente marcada para os dias 19 e 20 de Maio na Fundação Oriente, será a 4 e 5 de Maio, das 10.30 às 18.30, e terá muitos convidados, no conforto e segurança das suas casas, a falar sobre o poder da comida.

“Decidimos usar os meios que temos ao nosso dispor para fazer parte da solução. Desafiámos os mais importantes nomes da gastronomia nacional e internacional para se juntarem a nós em dois dias de partilha e discussão em redor do futuro do sector. O que é que nos une? O poder da comida!”, apresentam no novo blogue da Amuse Bouche, criado durante este período para partilha de ideias, receitas ou pequenas entrevistas para “despertar o apetite”.

O live stream, gratuito e vocacionado para “profissionais e players do sector e para o grande público”, será disponibilizado no YouTube e no Facebook, através de um link próprio divulgado nas redes sociais do Sangue na Guelra na véspera, dia 3. 

Em discussão estarão questões prementes como a forma como o sector da restauração irá recuperar deste abalo, como sobreviverá a restauração independente, quais as estratégias a implementar para dinamizar restaurantes, negócios ou produtores ou qual o futuro do fine dining. E quais serão os primeiros restaurantes a que iremos no futuro? A participar e responder vão estar nomes grandes do mundo gastronómico internacional e nacional. Dan Barber (Blue Hill), Joan Roca (El Celler de Can Roca), José Avillez (Belcanto), Mauro Colagreco (Mirazur), Alex Atala (D.O.M), Rui Sanches (Plateform), Daniel Humm (Eleven Madison Park), Alexandre Silva (LOCO e FOGO), Vasco Coelho Santos (Euskalduna), Ana Roš (Hisa Franko) e Henrique Sá Pessoa (Alma) são alguns dos convidados.

As conversas serão moderadas por Alexandra Prado Coelho (jornalista do Público), Miguel Pires (Mesa Marcada), André Magalhães (o taberneiro da Taberna da Rua das Flores) e João Wengorovius (chef e autor do livro We, Chefs).

“Hesitámos em avançar com esta iniciativa, mas concluímos que a urgência da situação é maior do que o medo de arriscar. Somos hoje um país mais aberto, mais inovador, mais solidário e sabemos que Portugal está pronto para chamar a si uma mobilização nacional e internacional da indústria”, justificam. 

+ Time In: leia a revista digital gratuita aqui 

Últimas notícias

    Publicidade