A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Jardim Botânico do Palácio de Queluz ganha prémio europeu de património

Por
Francisca Dias Real
Publicidade

Apareceu de cara lavada em Junho do ano passado e já está a arrecadar prémios. A reabilitação do Jardim Botânico do Palácio de Queluz tornou-o um dos vencedores deste ano do Prémio Europa Nostra na categoria de Conservação, uma distinção daqueles que são os mais importantes prémios europeus no domínio do património. O jardim é o único vencedor português na lista dos 29 galardoados.

“Os vencedores dos Prémios são a prova viva de que o património cultural é muito mais do que a memória do passado – constitui uma chave para a compreensão do nosso presente e um recurso para o nosso futuro. Devemos, por isso, utilizar o Ano Europeu do Património Cultural para reconhecer o valor do nosso património cultural partilhado para o futuro da Europa”, afirmou Plácido Domingo, cantor de ópera e presidente da Europa Nostra, a principal organização europeia do património, representada em Portugal pelo Centro Nacional de Cultura, que comissaria os prémios, juntamente com a Comissão Europeia.

Os prémios deste ano dão “particular ênfase ao valor acrescentado gerado pelos projectos no âmbito do património, como forma de contribuição para o Ano Europeu do Património Cultural”, pode ler-se em comunicado no site da Parques de Sintra.  

Mas a premiação não fica por aqui. O Jardim Botânico disputa agora com os restantes 28 projectos o Grande Prémio, que será atribuído apenas a sete vencedores, onde cada um receberá 10 mil euros, tudo isto numa cerimónia que tem lugar a 22 de Junho, em Berlim, durante a primeira Cimeira Europeia do Património Cultural. Na mesma cerimónia, será entregue o Prémio Escolha do Público, que decorre de uma votação online até 10 de Junho, onde os cidadãos podem votar nos projectos que mais lhe agradarem.

A reabilitação do jardim, construído entre 1769 e 1780, foi obra da Parques de Sintra, que o devolve à população, numa aproximação quase perfeita à disposição primordial do jardim, um lugar que servia de recreio à corte portuguesa e à família real.

+ E o melhor destino de lazer na Europa é...Lisboa

+ 52 atracções em Lisboa

Últimas notícias

    Publicidade