• Notícias
  • Vida urbana

Jardim Zoológico dá as boas-vindas a um panda-vermelho bebé

Panda-vermelho
DR

Há uma nova cria no Jardim Zoológico de Lisboa. É um pequeno panda-vermelho com três meses de idade.

A família de animais do Jardim Zoológico de Lisboa continua a crescer a olhos vistos. Depois do pequeno órix-de-cimitarra e das crias de macaco-de-brazza e macaco-capuchinho-de-peito-amarelo, o Zoo apresentou nesta semana um novo bebé. Trata-se de um panda-vermelho (Ailurus fulgens), uma espécie classificada pela União Internacional para a Conservação da Natureza como estando em perigo.

O animal, ainda sem nome, nasceu a 11 de Junho, mas só vai ser apresentado ao público no Dia Internacional do Panda-vermelho, a 15 de Setembro. Nesse dia (sábado), haverá a oportunidade de assistir, a uma “Animal Talk – extra” sobre esta espécie. Às 15h40 os educadores do Jardim Zoológico vão de bicicleta eléctrica falar a todos os visitantes sobre as curiosidades mais surpreendentes destes animais.

O panda-vermelho é característico das florestas de bambu e florestas tropicais em altitude da região dos Himalaias e Sul da China. Segundo o comunicado do Zoológico, este nascimento é motivo de grande celebração, uma vez que a reprodução desta espécie “é bastante complexa”. “Os machos e as fêmeas encontram-se apenas para acasalar, num espaço de tempo limitado e compreendido entre Janeiro a Março”, lê-se na nota, que explica ainda que “a principal ameaça a esta espécie é a diminuição do seu habitat, a caça e a consanguinidade, consequência da fragmentação do seu ecossistema, sobretudo em prol de áreas de cultivo”.

Tal como o panda-gigante, o panda-vermelho alimenta-se principalmente de bambu e a maior parte do seu tempo é passada deitado em ramos das árvores. Na próxima visita ao Jardim Zoológico, prepare-se por isso para olhar para cima e para soltar um “oh, que fofinho” quando encontrar esta cria.

+ Cinco hotéis que aceitam animais de estimação em Portugal

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments