A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Museu do Oriente
Shaanxi, China | c. 1990, Colecção Kwok On / Fundação Oriente

Museu do Oriente celebra Ano do Búfalo com várias partilhas online

O Ano do Búfalo começa oficialmente a 12 de Fevereiro. Para assinalar a data, o Museu do Oriente preparou várias iniciativas online.

Por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

O Ano Novo Chinês, que também se constitui como um marco da cidade de Lisboa, vive-se intensamente no seio familiar e na comunidade. Para assinalar a efeméride, que começa oficialmente a 12 de Fevereiro, o Museu do Oriente propõe dar a conhecer esta celebração emblemática milenar através de uma série de publicações no Facebook, que incluem vídeos, tutoriais e até sugestões de leitura.

Associado à independência, responsabilidade, disciplina e trabalho árduo, nas lendas tradicionais o búfalo foi enviado pelo Imperador Jade ou Deus dos Céus para ajudar os seres humanos, e incumbido de semear erva nos terrenos desertos após uma enorme seca. O animal, obediente, semeou de tal modo que, em pouco tempo, os agricultores ficaram muito zangados, por terem ficado sem trabalho. Para resolver a questão, o búfalo passou a comer erva e a trabalhar a terra.

Se quiser saber mais sobre o búfalo, que ocupa a segunda posição na sequência de 12 animais que, segundo a tradição, presidem a cada ano, poderá ouvir Maga Moreira a falar sobre a lenda do zodíaco chinês, na página de Facebook do museu. Como esta, estão a ser preparadas mais partilhas, que poderá acompanhar até à próxima sexta-feira.

Até lá, o Museu do Oriente está a dinamizar também outras iniciativas online, como fichas educativas, histórias e peças das suas colecções. “Levamos até sua casa as narrativas e tradições vivas das culturas da Ásia e as histórias que nos unem”, lê-se no site. “Estamos consigo.”

+ A programação do Ano Novo Chinês será online

+ Subscreva a nossa newsletter para receber as novidades e o melhor da sua cidade

Últimas notícias

    Publicidade