A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
CATE
DR/Cate

Não tem tempo para decorar a casa para o Natal? Este serviço trata do assunto

O serviço tem dois pacotes disponíveis, dependendo se o cliente quer a papinha toda feita ou apenas uma lista de material.

Por
Francisca Dias Real
Publicidade

Transformar a casa numa vila Natal tanto pode causar euforia a uns como dores de cabeça a outros. E para quem quer entrar no espírito mas não tem tempo nem paciência para organizar as decorações lá em casa, há um novo serviço que o faz por si: a CATE. Tem duas opções de curadoria, basta escolher, abrir a carteira e deixar entrar o Natal em casa. 

A CATE nasce agora, mesmo no final de 2020, no entanto é um projecto que tem vindo a ser pensado nos últimos três anos. Catarina Alves, fundadora da marca, é formada em arquitectura e ciência política e há muito que a primeira conquistou o seu coração e grande parte do tempo. 

CATE
DR/Cate

Em 2017 começou a reconstruir a sua casa e até ao final de 2019 esteve envolvida nesse processo. Foi tendo outros projectos, mas nunca sob a chancela de uma marca. É essa marca que decidiu criar agora, no final de 2020, dedicada à arquitectura, design de interiores e lifestyle – no fundo, a dar uma nova alma aos espaços. 

“O que estamos a viver são tempos estranhos para todos e há meses que nos obrigaram a enfiar em casa. Fomos obrigados a transformar a casa na escola, no espaço de trabalho, no ginásio, e passámos imenso tempo a olhar para as mesmas coisas”, refere Catarina. “Tudo isto fez com que as pessoas olhassem mais para a casa, que sentissem a necessidade de torná-la mais acolhedora, a investir naquele que é o nosso espaço interior e que afecta o nosso bem-estar”.

Com esta ideia na cabeça, Catarina juntou o útil ao agradável e lançou a sua empresa com um gancho especial: o Natal. “O nosso trabalho passa exactamente por mudar a casa das pessoas de alguma maneira, por isso o Natal era o pretexto perfeito para dar vida à Cate”. 

CATE
DR/Cate

Assim, o novo projecto é alavancado pelo serviço especial de aconselhamento e curadoria natalícia, que põem à disposição de todos duas soluções distintas que resolvem a decoração natalícia de sua casa. A primeira fica a 375€ e inclui uma reunião com o cliente por videochamada onde há uma troca de ideias inicial sobre os gostos, a zona da casa e o tipo de decoração que pretendem. A partir daqui Catarina desenha um projecto de design de interiores personalizado para o espaço e entrega com ele uma lista de materiais e decorações – e os respectivos locais para os adquirir – para que o cliente possa, a partir do projecto, decorar a sua casa ao estilo que definiu. 

Mas existe ainda uma segunda solução chave na mão, que é como quem diz, que lhe deixa a papinha toda feita (menos a consoada, claro). Este pacote (a partir de 950€) também tem início com a reunião com o cliente para definir as preferências, que pode ser virtual ou presencial já com visita ao espaço. Catarina parte depois o projecto personalizado e para a elaboração de uma lista completa de artigos necessários, sendo a aquisição destes feitas pelo serviço da CATE, ainda que sejam pagos separadamente. A marcha segue com a montagem dos artigos no local pretendido, com o devido design e decoração do espaço que pode culminar na decoração da própria mesa de Natal.  

“Estávamos longe de imaginar que isto iria acontecer, mas as coisas más, por vezes, trazem um rasgo de positivismo e acho que esse maior cuidado com a casa é um deles”, refere. No próximo ano, Catarina conta repetir a façanha mas com outras efemérides, quem sabe, alargando o espectro de acção também aos eventos. 

O serviço está disponível em todo o país quando for requisitado virtualmente, já o presencial está sempre disponível na região de Lisboa, ainda que a seu tempo e com a devida marcação é possível a CATE deslocar-se a outras zonas.

+ Santos recebe mercado de Natal com negócios locais e uma vertente solidária

Últimas notícias

    Publicidade