Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Nasceu uma plataforma comunitária para o ajuda a encontrar o comércio local
comida independente
Fotografia: Manuel Manso

Nasceu uma plataforma comunitária para o ajuda a encontrar o comércio local

Publicidade

As circunstâncias que agora obrigam grande parte da população a ficar em casa de quarentena voluntária fizeram nascer o projecto Go Small or Stay Home. É um site comunitário que vai reunindo, bairro a bairro, o comércio local onde se pode abastecer, evitando aglomerados em grandes superfícies e ajudando pequenos negócios.  

É um projecto dois em um. Ana Rodrigues juntou o útil ao agradável e à boa vontade de todos os que possam contribuir para fazer esta plataforma crescer. O Go Small or Stay Home dá uma ajudinha a quem precisa de abastecer a despensa mas quer evitar prateleiras vazias, filas enormes e grandes ajuntamentos de pessoas: um cenário comum nas grandes cadeias de hipermercados durante os últimos dias, devido ao novo coronavírus. 

Ana mudou de casa há pouco tempo e na sua nova zona de residência pouco conhecia de comércio local, levando-a a avançar com esta ideia. Outra das razões foi o actual panorama que se vive a propósito da Covid-19.

“Estando em isolamento voluntário, fiquei sem saber onde continuar a ir comprar as pequenas coisas sem ter de recorrer a grandes superfícies”, conta-nos. “Venho de uma família de comerciantes e todos os dias ouço os meus pais preocupados com a situação actual dos pequenos negócios – se já era difícil fazer face às grandes superfícies comerciais, mais difícil está a ser agora.” 

Como digital product designer pôs o seu conhecimento técnico a render e à disposição de todos. O site é muito simples e serve de directório de comércio local, das mercearias às drogarias, dos talhos às padarias. “Foi feito com os recursos que tenho à mão: conhecimento de Design de Produto Digital, afinal a minha profissão é exactamente esta: identificar problemas e encontrar soluções digitais para os resolver”, diz. 

O directório de serviços vai crescendo, só depende da colaboração de todos, uma vez que é uma plataforma comunitária. Sabe de uma mercearia de bairro perto de si que faz entregas ao domicílio? E aquele talho com umas almôndegas incríveis? A padaria mesmo ao lado de sua casa tem fornadas regulares? Tudo o que souber pode simplesmente adicionar à lista.

Go Small or Stay Home

DR

Basta um pequeno scroll no site para encontrar a zona “Como Contribuir” – é aí que vai poder acrescentar serviços, preenchendo a folha com o nome do estabelecimento, o tipo de estabelecimento (padaria, mercearia, café, talho), a zona, a cidade, a morada, o preço médio, se tem delivery ou não, e ainda uma recomendação de quem conhece.  

“Sinto que é um momento importante para despertar novos hábitos de consumo e salientar a importância de apoiar estes espaços que, em primeiro, trazem vida e cor às nossas ruas, em segundo, têm produtos de óptima qualidade e, em terceiro lugar, são fundamentais para manter também os seus fornecedores”, explica Ana.

+ Benfica cria serviço de entregas ao domicílio a grupos de risco

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade