A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Ritz
HOTEL RITZ FOUR SEASONS

O brunch do Ritz voltou a ser buffet, uma viagem diferente todos os fins-de-semana

A cada semana, o hotel de cinco estrelas propõe uma viagem a um destino gastronómico. O difícil no brunch do Ritz é escolher por onde começar.

Escrito por
Cláudia Lima Carvalho
Publicidade

É um dos brunches mais cobiçados da cidade e não é só pelo sítio ou a pastelaria afamada. O Restaurante Varanda do Ritz Four Seasons, comandado pelo chef executivo Pascal Meynard, voltou a encher as suas mesas com um farto buffet – um dos muitos prazeres que a pandemia nos havia tirado. Ao fim-de-semana, a proposta do hotel é agora um brunch que dá a volta ao mundo.

Aos poucos, e devagarinho, volta tudo ao seu lugar: a estação de sushi com o peixe e o arroz a serem preparados ao vivo, a zona de marisco e ceviches, a de padaria e pastelaria, ou a de queijos dos mais variados destinos (portugueses, franceses ou italianos). 

Nos quentes, voltou a zona de carvão com pratos de peixe e de carne, além de opções vegetarianas. Conforme o fim-de-semana, pode haver picanha na brasa, para uma viagem até ao Brasil, ou borrego marinado com ervas finas com arroz oriental e legumes com cominhos e coentros para um salto até ao Médio Oriente, sem contar com hummus, baklavas ou kataifs com mel. E para os fãs do continente asiático, há vida para lá do sushi. É dizer, há tataki de lírio braseado, teriyaki, sésamo e aipo, nasi goreng vegetariano, gyozas e dim sum. 

Mas isto são apenas algumas das opções mais fora da caixa – e nas quais não se pensa quando se fala em brunch, a não ser que olhemos para a coisa como uma refeição reforçada. Aí é difícil bater o Ritz, uma vez que além destes destinos gastronómicos com paragem nas estações de comida ao vivo, não falta nenhum clássico do brunch. Panquecas, French toast, waffles, iogurtes caseiros ou os clássicos ovos Benedict do Ritz, salgadinhos, pães e manteigas aromatizadas. Para os miúdos, até hambúrgueres pode pedir. Pense no que lhe apetece e o mais provável é o Ritz conseguir satisfazê-lo. E ainda nem chegámos aos doces onde a pastelaria de Fabian Nguyen está bem representada: seja nos macarons, nos éclairs ou no clássico Ritz mille-feuille. 

Vá com tempo, disposição e apetite, mas não se esqueça de reservar mesa. O brunch está disponível apenas ao fim-de-semana (sábados e domingos, das 12.30 às 16.00) e tem o preço de 80€ (crianças até aos seis anos não pagam e entre 6 e os 12 anos usufruem de 50% de desconto). No preço estão incluídos cafetaria e sumos do dia, mas à carta pode pedir para acompanhar com champanhe, vinhos nacionais ou cocktails temáticos.

+ Há novos pratos para provar na Tartine do Time Out Market Lisboa

Últimas notícias

    Publicidade