A Time Out na sua caixa de entrada

Douro
© João Saramago

O Douro vai ter uma rota de 275 km para conhecer a região de bicicleta

O novo percurso vai cruzar três rios (Douro, Sabor e Tua) e sete concelhos desde o Alto Douro Vinhateiro à área protegida do Douro Internacional. Vai ter centros de apoio com balneários, sanitários e estações de serviço.

Por Ana Patrícia Silva
Publicidade

A Grande Travessia do Douro Internacional e Vinhateiro (GTDIV) vai ter 275 km para pedalar por sete concelhos da região – do Alto Douro Vinhateiro à área protegida do Douro Internacional.

A rota vai passar pelos concelhos de Miranda do Douro, Mogadouro, Freixo de Espada à Cinta, Torre de Moncorvo, Carrazeda de Ansiães (Bragança), Figueira de Castelo Rodrigo e Vila Nova de Foz Côa (Guarda). Entre as vinhas, a arte rupestre e a arte da natureza, o trajecto vai juntar dois patrimónios mundiais da humanidade (o Douro Vinhateiro e Arte Rupestre do Vale do Côa) e uma área protegida de grande valor ambiental.

O projecto da Associação de Municípios do Douro Superior pretende valorizar e preservar os activos turísticos deste território, através de um circuito potenciador das actividades ao ar livre e do usufruto de património cultural e natural. Os praticantes de BTT poderão assim contemplar a paisagem entre os rios Douro, Sabor e Tua, num contacto privilegiado com um vasto território, nas melhores condições técnicas e logísticas para a prática do cicloturismo.

O circuito de 275 quilómetros será repartido por seis etapas. Haverá centros de apoios com balneários, sanitários e estações de serviço para a lavagem de bicicletas. Ao longo do traçado, serão instalados painéis com informações e sinalética e ainda 20 pontos intermédios, tendo em vista o contacto com as populações e a dinamização da economia local.

+ Este novo hotel em Baião tem bungalows e uma piscina com vista para o Douro

Leia aqui a nova edição digital e gratuita da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade