A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Antiprincesas
Antiprincesas

O espectáculo Antiprincesas traz a história de Beatriz Ângelo à Estufa Fria

A entrada é gratuita, mas a lotação é limitada com necessidade de levantamento de bilhetes.

Por
Francisca Dias Real
Publicidade

Não nasceram em berço de ouro, nem lhes foram prometidas coroas, não há castelos nem palácios e o final nem sempre é feliz. As Antiprincesas são assim mesmo e estão de volta a Lisboa com espectáculos na Estufa Fria, em Setembro. A portuguesa Beatriz Ângelo será a antiprincesa das novas sessões que arrancam a 12 de Setembro. 

Juana Azurduy, Frida Kahlo, Clarice Lispector e Violeta Parra são as heroínas da vida real que dão corpo a Antiprincesas, uma série de quatro espectáculos criados por Cláudia Gaiolas com base na colecção infantil homónima editada pela Tinta-da-China e pela EGEAC. Com várias apresentações e reposições em Lisboa ao longo dos últimos anos – que alegraram muitas famílias – o espectáculo regressa à boleia do Lisboa na Rua e, desta vez, as protagonistas são mulheres portuguesas que fizeram História, narradoras das próprias aventuras. 

Carolina Beatriz Ângelo será a primeira antiprincesa a ser retratada ao longo de várias sessões na Estufa Fria todos os sábados e domingos (12 e 13, 19 e 20, 26 e 27 de Setembro) às 11.00 e com repetição às 16.00. 

Os miúdos podem ficar a conhecer a história desta médica feminista, que foi a primeira mulher a votar em Portugal, em 1911, um ano após a implantação da República. Nessa altura a lei dizia que apenas cidadãos com mais de 21 anos, que soubessem ler e escrever, e que fossem chefes de família poderiam votar – era o caso de Beatriz Ângelo, que era viúva e sustentava a sua filha, conseguindo assim provar que também era chefe de família. 

A entrada nos espectáculos é gratuita, mas devido às limitações de lotação impostas pelas autoridades sanitárias é necessário reserva prévia do bilhete (bilheteira@teatrosaoluiz.pt). Os ingressos devem ser levantados no próprio dia, 30 minutos antes do início do espectáculo, havendo um limite de quatro bilhetes por pessoa ou família.

+ Leia aqui a nova edição da Time Out Portugal e saiba como ser turista na própria cidade

+ Lisboa na Rua: magia, circo, concertos e cinema ao ar livre ocupam a agenda até Setembro

Últimas notícias

    Publicidade