A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Livro, LGBT+, O Jaime No Casamento
©DRO Jaime No Casamento

‘O Jaime No Casamento’ é uma leitura obrigatória

O novo livro infantil sobre a aceitação e o casamento entre pessoas do mesmo sexo é o sucessor do inclusivo ‘O Jaime É Uma Sereia’, já no Plano Nacional de Leitura.

Por Clara Silva
Publicidade

“O casamento é uma festa de amor.” A frase no livro infantil O Jaime no Casamento, para miúdos até aos seis anos – na verdade, até aos 99 – é uma das mais marcantes. Na imagem, duas mulheres negras, as noivas, beijam-se, enquanto Jaime e a sua nova amiga Marisol sorriem. O livro para crianças, acabado de lançar em Portugal pela editora Fábula, é um dos mais recentes de Jessica Love, autora de O Jaime É Uma Sereia, vencedor do Prémio BolognaRagazzi, na categoria Opera Prima.

A obra até já está incluída no Plano Nacional de Leitura. Nesse livro, Jaime vai de metro com a avó, depois da natação, quando avista sereias – ou melhor, três pessoas exuberantemente vestidas de sereia. Quando chega a casa, diz: “Avó, eu também sou uma sereia” e é apanhado com um cortinado a fazer de cauda, batom nos lábios e flores na cabeça. Com poucas frases, limitadas às falas de Jaime, da avó e do narrador, a autora consegue abordar um tema tão delicado como a identidade de género e a aceitação da família de uma maneira sublime e com ilustrações brilhantes. No final, Jaime, a avó e as sereias encontram-se na Mermaid Parade de Coney Island, Nova Iorque, um desfile anual em Junho, mês Pride, que celebra a chegada do Verão e a liberdade de expressão.

De acordo com a descrição no Plano Nacional de Leitura, o livro de estreia de Jessica Love tem “uma narrativa verbal muito contida, claramente ampliada pela narrativa visual”, lê-se. “Com a ajuda e a cumplicidade da avó, companheira de todos os momentos, o Jaime não só realiza o seu sonho como descobre que não é o único a gostar de sereias.”

Neste segundo livro, O Jaime No Casamento, o tema continua a ser a aceitação, desta vez através do casamento LGBT+, legalizado nos Estados Unidos em 2015 (em Portugal em 2010). Usando guaches e aguarelas na ilustração, a norte-americana Jessica Love regressa à história de Jaime – a pedido de muitas famílias e da editora – para um novo capítulo, igualmente passado em Brooklyn, onde vive. Apesar de ter sido menos elogiado do que o primeiro livro, passa a mesma mensagem de amor e inclusão e cada página é uma obra de arte.

Antes da colecção, a autora apenas desenhava por hobby e a sua formação era em teatro, a trabalhar como actriz em peças da Broadway. Numa entrevista à Associação de Ilustradores dos Estados Unidos, explica como decidiu dar vida a Jaime (Julian na versão original): “Andava a pensar muito em género, performance, criatividade e como é deixarmo-nos ser vistos como somos e também no que significa dar a uma pessoa esse presente, o de a ver da maneira como ela deseja ser vista.”

O Jaime É uma Sereia e O Jaime No Casamento (ambos a 12,95€) estão disponíveis para venda aqui.

+ Novidades literárias para crianças

+ Leia a edição desta semana: Esplanadas

Últimas notícias

    Publicidade