A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Oh! My Lola
© DRA Oh! My Lola é uma marca de acessórios portuense criada por Rita Nossa

Oh! My Lola é uma nova marca de acessórios artesanais

Para já, a marca recém-nascida é especializada na produção de brincos feitos à mão, em massa Fimo.

Por Margarida Ribeiro
Publicidade

Rita Nossa formou-se em Direito, mas o gosto pelos trabalhos manuais e moda fizeram sempre parte da sua personalidade, por influência das mulheres da sua vida, as avós e a mãe. Quando, no fim de 2020, terminou os estudos, sentiu que lhe estava a fazer falta uma forma de libertar a sua criatividade, por isso, começou a criar alguns brincos para si própria. Quando os mostrou à família e amigos, o feedback foi tão positivo que pouco tempo depois estava a criar a Oh! My Lola. 

Instagram é a plataforma onde pode ficar a conhecer as criações de Rita. É tudo feito pela própria, à mão, na sua divisão favorita da casa, a cozinha. "Afinal, o que gosto mesmo é de meter as mãos na massa", explica. 

O conceito que está na base desta marca é a singularidade, já que nenhum par de brincos é igual, mesmo que sejam do mesmo modelo. Além disso, existe sempre a possibilidade de personalizar todas as peças.

Para mostrar os seus produtos, Rita decidiu juntar dois tipos diferentes de conteúdos, a fotografia – de amigas e clientes ou de algumas figuras conhecidas, como Cher – e a ilustração, feita pela amiga Luciana Pereira. 

Oh! My Lola
© DRIlustração de Luciana Pereira com os brincos da Oh! My Lola

As flores, mais concretamente margaridas, são o motivo mais comum nos 12 modelos de brincos que Rita criou. Também existem opções com formas mais geométricas, que fazem lembrar as tendências de outras décadas. Ainda não existe um site oficial, mas está nos planos. Entretanto, pode fazer compras no Instagram, com preços que vão dos 8€ aos 16€.

Cada artigo é feito com massa Fimo e aço. Apesar de não utilizar os materiais mais sustentáveis, Rita faz o esforço de produzir de uma forma mais consciente. Isto é, "cada fornada leva o máximo de peças possível e é feito o reaproveitamento de massas – é desse reaproveitamento que surgem os padrões mais originais e as cores mais bonitas", explica. Além disso, a produção é limitada, garantindo que não se desperdiçam materiais. 

Para os mais curiosos, que querem saber como é que funciona o processo de produção destes brincos, Rita publicou alguns vídeos no Instagram onde mostra e explica, brevemente, como tudo acontece. Segundo a criadora, é "um processo bastante lento, mas muito relaxante". 

A Oh! My Lola ainda está a dar os primeiros passos como marca, mas já há planos para, possivelmente, começar a vender outros acessórios, como anéis e ganchos.  

Leia aqui a edição gratuita da Time Out Portugal desta semana

Últimas notícias

    Publicidade