A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Os Dias da Música no CCB vão ser os dias de Bosch

Por
Claudia Lima Carvalho
Publicidade

Castigos, Culpas e Graças Divinas – Festival em Forma de Tríptico, a partir de Hieronymus Bosch é o tema escolhido para a edição deste ano do festival que acontece no Centro Cultural de Belém (CCB) de 21 a 29 de Abril.

O mestre holandês, e mais concretamente o tríptico de Bosch da coleção do Museu Nacional de Arte Antiga, classificado como Tesouro Nacional, dão o mote para os Dias da Música. Não é de estranhar por isso a referência do título: os castigos, as culpas e as graças divinas são a obra de Bosch.

“As obras de Bosch são verdadeiros monumentos sobre a moralidade, personificações imaginárias de criaturas míticas e religiosas que nos inquietam e angustiam, com raízes profundas nas crenças e nas tradições históricas medievais como o mito da Criação, ou a eterna luta entre o Homem e o demónio, o Bem e o Mal, o Pecado e a Virtude”, lê-se no programa do CCB, que arranca a 26 de Abril com um concerto no Grande Auditório – é apresentado a Criação, de Joseph Haydn.

Todo o programa está dividido de forma temática, sendo que cada tema corresponde a uma parte do Tríptico – obra que, com todos os seus detalhes, decorará o Centro Cultural de Belém durante os dias de festa.

Entre concertos, conferências e workshops, os Dias da Música vão ter mais de 60 acontecimentos, divididos entre diferentes espaços.

Como já vem sendo hábito, há ainda espaço para os mais pequenos com uma programação especial da Fábrica das Artes.

O programa completo pode ser consultado aqui.

+ O CCB faz 25 anos e tem um dia aberto com actividades gratuitas

+ Assista a um ensaio aberto e entre no filme da Gulbenkian

Últimas notícias

    Publicidade