Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Periferias: um festival em Sintra com artes, música clássica e danças guineenses
Sintra
Fotografia: Lacobrigo

Periferias: um festival em Sintra com artes, música clássica e danças guineenses

Publicidade

É sempre em Sintra e já vai na nona volta. O Festival Periferias regressa à vila de 27 de Fevereiro a 15 de Março, para mostrar artes performativas de todas as latitudes. Vem acompanhado pela já habitual feira do livro e promete mais de duas semanas de actividades para toda a família.

Na 9.ª edição do Periferias – Festival Internacional de Artes Performativas, que acontece entre 27 de Fevereiro e 15 de Março, a companhia de teatro Chão de Oliva vai abrir o seu estaminé e convidar outros espaços a fazer o mesmo. A missão é a de sempre: trazer cultura aos palcos do concelho de Sintra em diferentes formatos. O programa inclui teatro, dança, música, marionetas, oficinas, exposições e uma feira do livro.

A abertura do evento será marcada pela inauguração da exposição “Memória Teatral”, composta por uma instalação multimédia interactiva, dedicada à cultura de Guiné-Bissau, e uma homenagem ao actor Mário Viegas, que colaborou com a Companhia de Teatro de Sintra na década de 90. Patente no Museu das Artes de Sintra até 15 de Março, poderá visitá-la de terça a sexta-feira, das 10.00 às 18.00, e ao fim-de-semana, das 12.00 às 18.00. Mas há muito mais para ver e fazer durante o Periferias, em oito locais distintos, desde a Casa da Cultura de Lívio Morais até às salas Casarão da Lua, em Almoçageme, uma estreia no festival.

Se é fã de teatro e marionetas, tem ainda mais palcos por onde escolher: Centro Cultural Olga Cadaval, Casa de Teatro de Sintra, Auditório do Centro Paroquial de Rio de Mouro, Auditório Municipal António Silva do Cacém e Salão Nobre da Junta de Freguesia Casal de Cambra. Quanto às peças, há para todas as idades e gostos. Os miúdos, por exemplo, vão divertir-se de certeza com Era uma vez… ou lá o que é que é, uma criação do Teatro Extremo com direcção artística do belga Joseph Collard.

Para bater o pé e abanar a anca, destaca-se o concerto de Silvestre Fonseca (10€) no dia 6 de Março, às 21.30, no Centro Cultural Olga Cadaval. Premiado nacional e internacionalmente, o guitarrista clássico estará acompanhado por vários músicos de morna e bossa nova. Dias mais tarde, a 14 de Março, há música e dança guineense no Casarão da Lua, a partir das 16.00. O preço? Uma caixa de paracetamol. Sim, leu bem (e nós também, no site da companhia Chão de Oliva).

Por falar em ler, a Feira do Livro de Artes Performativas regressa ao Largo Afonso Albuquerque, na “rua sem trânsito”, na Estefânia de Sintra. Entre 28 de Fevereiro e 15 de Março (Qua-Dom 10.00-18.30), poderá explorar mais de seis centenas de títulos, que vão desde o teatro à dança, passando pelas marionetas, a música ou a performance.

O preço dos bilhetes, disponíveis para compra na Ticketline, não ultrapassam os 10€. Mas não se esqueça que, caso não queira abrir os cordões à bolsa, existem muitas actividades de entrada livre.

Vários locais e horários no concelho de Sintra. Grátis-10€.

+ Coisas para fazer com as crianças em Sintra

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade