A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Gemmayzeh, Beirut
Photograph: Diak / Shutterstock.com

Saiba como ajudar a vítimas da grande explosão de Beirute

As duas explosões de terça-feira tiveram como epicentro o porto da capital do Líbano, um país que já enfrentava uma grave crise económica.

Por Renata Lima Lobo
Publicidade

Centenas de milhares de desalojados, hospitais destruídos, milhares de feridos e, para já, 135 mortes confirmadas. Beirute está mergulhada num verdadeiro cenário de guerra, após a explosão de 2750 toneladas de nitrato de amónio esta terça-feira no porto da capital libanesa. Ainda se apuram os números de vítimas, mas o apoio foi anunciado por países de todo o mundo como o Iraque, Alemanha, França, EUA, Rússia ou mesmo do local mais improvável: Israel.

Mas toda a ajuda é bem-vinda, até porque, ao mesmo tempo, o Líbano enfrenta uma grave crise económica. Uma das formas mais directas de ajudar à distância é através da página Lebanon Crisis, onde é possível fazer uma doação directa à Cruz Vermelha Libanesa ou uma doação associada à plataforma Just Giving, onde a ONG Impact Lebanon tem por objectivo a angariação de 5 milhões de libras (cerca de 5,5 milhões de euros) para distribuir por outras organizações no terreno. A boa notícia é que o valor angariado já ultrapassou em muito o objectivo inicial.

Os estragos em Beirute podem ultrapassar os 4 mil milhões de euros, numa altura em que o Líbano já se aproximava do colapso financeiro. Portugal está a participar num esforço colectivo de ajuda europeia àquele país do Médio Oriente, que está a ser coordenado a partir de Bruxelas, para já através do Mecanismo Europeu de Protecção Civil.

+ Leia já, grátis, a nova edição da Time Out Portugal

+ C.R.T.D.: a marca portuguesa de camisas tem nova colecção com peças solidárias

Últimas notícias

    Publicidade