A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Crush Doughnuts

  • Restaurantes
  • São Sebastião
  1. Pastelaria, Bolos, Crush Doughnuts
    ©Gabriell VieiraCrush Doughnuts
  2. Crush Doughnuts
    Gabriell VieiraCrush Doughnuts
  3. Crush Doughnuts
    Gabriell VieiraCrush Doughnuts
  4. Crush Doughnuts
    Gabriell VieiraCrush Doughnuts
  5. Crush Doughnuts
    Gabriell VieiraCrush Doughnuts
  6. Crush Doughnuts
    Gabriell VieiraCrush Doughnuts
Publicidade

A Time Out diz

O aspecto é deslumbrante: quantidades pré-obscenas de cremes meticulosamente armados e decorados encandeiam o nosso olhar já esfaimado. O que este aspecto acaba por secundarizar, mas que a trinca restitui de imediato, é a superioridade da massa. A fermentação de 24 horas é, mais do que um statement, uma garantia de estrutura, elasticidade, leveza e sabor, de tal forma que, mesmo sendo os cremes óptimos, acabei por me arrepender de não me ter detido nas opções mais simples.

Escolhi Crème Brûlée, Tiramisù e Boston Pie, porque gosto de exercícios de reconstrução. No primeiro, a rodela de massa é submersa por um creme de baunilha e um caramelizado amélie-poulainiano. O creme é indulgente, muito cremoso e denso, mas sem qualquer vestígio de sabor de amido ou outro espessante (ponto delicado nestes cremes) e lá estava a baunilha, a chegar ao gosto e a denunciar-se pelos pontinhos pretos.

No Tiramisù, o dónute é coberto por um creme de mascarpone, por sua vez coberto por uma neve de cacau. Achei-o um pouco menos conseguido, só pelo facto de se sentirem pouco os elementos característicos do tiramisù, o travo alcoólico e o mascarpone.

O Boston Pie reconstrói, em modo dónute, o típico bolo norte-americano: o creme de baunilha recheia a massa, que é coberta por uma excelente ganache de chocolate.

Para o fim, deixei o único escolhido com frutas, o Strawberry & Cream (morango e natas): finalmente encontramos o tão típico glacê de açúcar que, em geral, odeio. Menos em dónutes, onde encontro prazer nesta trinca ultradoce e esfarelenta. Aqui, o sabor a morango ácido chega primeiro que tudo, cortando a investida totalizante do açúcar.

O tamanho de cada um é muito generoso, pelo que a partilha é uma opção a considerar, a menos que se opte por fazer uma refeição de dónute, dando uso às vantagens de se ser adulto.

*As críticas da Time Out dizem respeito a uma ou mais visitas feitas pelos críticos da revista, de forma anónima, à data de publicação em papel. Não nos responsabilizamos nem actualizamos informações relativas a alterações de chef, carta ou espaço. Foi assim que aconteceu.

Violeta de Vasconcellos
Escrito por
Violeta de Vasconcellos

Detalhes

Endereço
Avenida António Augusto Aguiar, 140E
(São Sebastião)
Lisboa
1050-078
Horário
Qua-Dom 8.30-20.00 ou até esgotar
Publicidade
Também poderá gostar