Graça 77

Restaurantes São Vicente 
4 /5 estrelas
(5comentários)
Brunch do Graça 77
1/3
lentilhas com chapata, graça 77
2/3
graça 77
3/3

António Borges é o verdadeiro homem dos sete ofícios. E não estamos a exagerar quando o afirmamos. Ora atente: é designer gráfico industrial, faz pintura, escultura, fotografia, e trabalha em construções metálicas. Também comercializa mosaico hidráulico e dá uma de carpinteiro quando é preciso. Foi ele aliás que criou os tampos das mesas de madeira do seu novo restaurante, aberto na Graça no início de Janeiro.

Mas há alguma coisa que não faça?, perguntamos. “Não toco guitarra, nem piano, mas canto música de intervenção, escrevo poesia e faço teatro. Também já fui monge de Krishna. Apesar de gostar muito da sua filosofia, essa vida não era para mim”.

Faltava um restaurante na sua vida, presumimos. “Faltava um restaurante vegan e vegetariano, com comida caseira, feita todas as horas do dia, e com um espaço para exposições e tertúlias”, conta António, que fala seis línguas e viajou, durante dez anos, por mais de 50 países.

Agora, no seu restaurante, que já foi uma cisterna no século XII e uma grande padaria no século XIX (tinha dormitórios e tudo), serve pratos do dia, como hambúrgueres vegetarianos de feijão preto em bolo do caco (7,50€), sopas de espinafres (1,70€), peixinhos da horta (3€) e sobremesas de requeijão vegan com doce de cenoura (2,50€).

Todos os dias têm pequenos-almoços e aos domingos há brunches com cestos de pão, ovos mexidos, sumos naturais, torradas com mel e doce, panquecas vegan, granolas caseiras e bebidas quentes (8,50€ e 16€). 

Por Mariana Morais Pinheiro

Publicado:

Nome do local Graça 77
Contato
Endereço Largo da Graça, 77
Lisboa
1170-165
Horário Seg-Dom 09.00-00.00
É o proprietário deste estabelecimento?
Static map showing venue location

Average User Rating

4 / 5

Rating Breakdown

  • 5 star:3
  • 4 star:1
  • 3 star:0
  • 2 star:0
  • 1 star:1
LiveReviews|5
1 person listening
tastemaker

É um espaço com muita pinta! Inserido no edifício de uma antiga Vila Operária, na Graça claro está. A opção vegetariana é uma mais valia para a zona. A fórmula é, comida boa, de qualidade, uma decoração cheia de bom gosto, num restaurante agradável, que é quase uma sala de estar, pois é propício ao convívio e à conversa. Fui ao almoço com umas amigas, fiquei bastante satisfeita com a experiência e com vontade de regressar.


Num espaço rústico e familiar, Graça 77 merece destaque no seio da restauração de Lisboa.
Pratos diferentes todos os dias, e uma confecção esmerada e rica, são dois trunfos sobre a monotonia dos restaurantes congéneres da capital.
Um local novo a descobrir, e uma surpresa para quem aprecia cozinha vegetariana.


Um espaço novo e muito bem conseguido! Um bom acolhimento por parte do dono. Algumas arestas por limar nos pratos que servem e no serviço de mesa. Como qualquer espaço novo, há espaço para melhorar. Têm o meu voto de confiança!

0 of 1 found helpful

Estive com mais duas pessoas, o atendimento foi lento, não havia opções, quem nos atendeu (aparentemente o dono) devia dedicar-se a outra ocupação porque perguntava sempre 3 vezes o que queríamos e mesmo assim errou algumas vezes. Foi demasiado caro para a oferta. O espaço é agradável com a porta fechada (porcausa do frio) e muito bonito. Não havia opção vegetariana quando fui, só umas chamuças de requeijão e espinafre, e não, não era requeijão vegetariano. O restaurante não é vegan, nem vegetariano.